Pages

9 de outubro de 2012

BASTIDORES: Eleições é a Copa do Mundo para o rádio

Foto: Ivan Sgarabotto


Tudo começou há mais de 3 meses, quando foi informado numa reunião que a Rede Maisnova 98.5 FM seria a geradora do horário eleitoral paras as emissoras de rádio da cidade, e que o espaço político deveria entrar no ar rigorosamente nos horários definidos.

A responsabilidade de montar alguns programas, o recebimento de material, a convivência com diversas pessoas de vários partidos, o bom bate papo com todos, fizeram desta eleição ser grande. Na reta final da campanha, o nível baixou (me refiro ao tom de algumas das campanhas e não das pessoas que convivi) e até programa eleitoral teve que ser trocado no domingo, claro com autorização de juiz e a presença de um advogado. Na quarta-feira, 03, dia de reunião sobre a cobertura das eleições, tive que terminar de montar o último programa eleitoral no rádio, lá pelas 20h30min, após um dia muito corrido, e a tensão de concluir de uma vez isto.

No domingo de eleições, 07, o trabalho começou às 6h40min, e os detalhes finais foram ajustados, com uma rápido conversa de como seriam os procedimentos, além de orientar sobre onde colocar as matérias gravadas, e tudo mais. Na primeira ligação que atendi, isto ainda antes das 7h, já largo de primeira um "Boa tardeeeee!" (e isto se justifica, porque o meu horário habitual no trabalho é de tarde). Na primeira matéria do dia gravada, que foi ao ar pela rádio São Francisco Sat e RedeSul de Rádio, lá na assinatura do repórter surge o "1 2 3", que beleza, já batizei a cobertura, ainda mais no comando do chefe. No turno da manhã, decidi que seria melhor trabalhar na gravadora, pois o horário seria o mais agitado no dia, entretanto, colaborei e contribui com tudo, e no rádio é isto, tu faz um pouco de tudo, e haja pique. Ajudei na cobertura online, a locutora Maria da Maisnova me conheceu no dia (kkkk), depois de 3 anos que estou na empresa (a grande Maria LIma não me achava, e ela foi informada por quatro pessoas, aonde eu estava, sim no lado do estúdio da Maisnova, e assim, a cada informação e gravação, tinha esta parceria pra divulgação das informações).

Lógico que estava ouvindo a rádio, e a todo instante eu aparecia e surgia na central técnica e na produção, para ajudar na informação, e também para contornar alguns problemas que dava de comunicação, um pequeno atrito e outro, e até isto normal em jornadas com esta. A cobertura da manhã percorreu normal, com a visita dos candidatos a prefeito, e também com a presença de alguns colegas da imprensa. Até fotos tirei, a pedidos da Maria ali na Maisnova, quando fiquei por alguns minutos no programa 'Raízes'. 12h15min fiz o intervalo, votei, e vi uma pessoa que tinha passado mal no colégio 'La Salle', e até sobrou tempo pra almoçar.

Foto: Maria Lima


12h55min, o meu segundo turno começou, e agora no comando da "nave mãe", na mesa de áudio, "e cadê as matérias?" Pois é, e mais uma correria iniciou para encontrar as matérias especiais gravadas durante a semana, e sim, elas foram encontradas lá pelas 13h10min, e um "UFA" de alívio, e muita calma nesta hora. "T.R.E.! T.R.E.! T.R.E.!", lá chama o correspondente em Porto Alegre; "Cartório! Cartório!", e assim chama o repórter direto do cartório eleitoral, e tudo na mesma linha. Teve momentos que tive de dar algumas orientações básicas e lógico, momentos de descontrações internas.

Os convidados começaram a chegar, uns atrasados, outro falando internamente que iria embora (rsrs), e os estúdios lotados, como a produção. Muita conversa, tensão e também risadas. No turno da tarde teve a presença dos candidatos a vive prefeito, ministro Pepe Vargas, prefeito José Ivo Sartori, deputadas marisa Formulo e Maria Helena Sartori, e outros convidados e assessores. A cobertura da rádio era bem comentada e elogiada, e até foi dito que a imprensa deveria ser sempre assim. No final do programa especial com a apresentação do mestre Sandro da Cruz, on último "break" comercial estava no limite, e até uma puxada de orelha de leve no ar teve, mas tudo no clima de eleições, para todos fazerem o melhor.

A partir das 17h, a adrenalina foi a mil. O chefe Evandro Fontana no comando do Placar Eletrônico, com a apuração de votos, e os tradicionais ""T.R.E.! T.R.E.! T.R.E.!"; "Cartório! Cartório!, e agora eram acrescentados "Linha 1! Linha 2" e "Linha 2! Linha 2", e cartazes eram erguidos para informar ao apresentador quem chamar. O 'Linha 1' e 'Linha 2' eram os telefones para "plugar" com o chamamento dos repórteres. 17h10min, o ex-prefeito Mansueto Serafini Filho cravava que o candidato a prefeito Alceu Barbosa Velho seria eleito no primeiro turno, e foi o que aconteceu. Muita agitação e atenção, nada podia dar errado, e o mundo resolveu "cair" em Caxias do Sul, ás 19h, sim, bem na hora que eu tinha que sair e encerrar o meu expediente, e acabei ficando, para mais um "turno", a pedidos do chefe, e assim foi até 21h20, ouvindo as declarações de Alceu e Toninho, além do prefeito Sartori, e também do jogador Washington, o vereador que mais recebeu votos, entre outros. O tempo passou tão rápido, que por 10 segundos, a rede toda quase foi derrubada.

Em 3 anos de rádio, esta com certeza foi a principal cobertura que fiz, assumi uma grande responsabilidade e um enorme compromisso, e tenho certeza que agora estou realizado profissionalmente, pronto pra assumir novas coberturas. E por fim, para fechar com chave de ouro ao sair da rádio, escuto do Evandro Fontana: "Parabéns pelo trabalho!"

1 comentários:

Postar um comentário