Pages

9 de outubro de 2012

DENÚNCIA: Construtora põe em perigo a vida de moradores no centro de Caxias do Sul‏

Fotos: Divulgação

Uma obra da Construtora Marchet Ltda / Brustolin de Flores da Cunha coloca em perigo a vida dos moradores da Rua 25 de Julho, no centro de Caxias do Sul, ao fazer uma construção de um prédio sem a devida segurança. Na manhã desta terça-feira, 09 de outubro, uma senhora quase foi acertada por uma barra de ferro.

Conforme relato de uma moradora, a barra de ferro ainda permanece no pátio da residência. “Houve um silêncio em toda a construção e ninguém veio ver se alguém tinha se machucado e esta mesma barra continua no local onde caiu, pois ninguém veio retirá-la.”, denuncia uma das moradoras da residência.

A obra não tem redes de proteção, e as pessoas sofrem com a queda de materiais dos pedreiros e até da própria construção, como tijolos e madeiras. A construtora já foi contatada pelos moradores e ainda a construtora não tomou providências para solucionar os inúmeros problemas e falhas na obra. Três residências são as que mais estão em situação de perigo.

Segundo a construtora, num retorno de e-mail de uma moradora, em breve eles vão tomar providências e informam que estão na reta final da obra, e ainda pedem desculpa pelos transtornos. Entretanto, uma moradora afirmou que a obra não está no fim. "É só qualquer um passar na rua que verá."

Conforme a denúncia, na obra do prédio tem um cano que quando chove, joga toda a água parada para o terreno da residência, e assim o canteiro está todo danificado, sem grama, e ainda é formada uma poça.

Por causa da falta de cuidados da construtora, uma moradora afirma que a cerca eletrônica da residência está toda estragada, “pois se tornou normal cair ‘coisas’ (todos os tipos, desde ferramentas, tijolos, ferros...). Um palete com tijolos também já caiu sobre o muro, entre outros problemas”.

A construção que nem foi encerrada, ainda tem uma pastelaria no térreo. Um abaixo assinado foi realizado contra a pastelaria, pois o barulho é muito grande. “Nos dias quentes onde eles trabalham, a noite toda está com as janelas abertas.”

Devido às inúmeras falhas da construção, até um tempo foi dado para a construtora para ser organizar, mas os problemas persistem. Os moradores já planejam encaminhar esta denúncia para o Ministério Público do Trabalho. As pessoas estão com medo de sair das residências, pois podem ser atingidas com os materiais da obra.

As fotos tiradas mostram quando os operários estavam rebocando as paredes, do qual é possível ver o tipo de andaime que eles utilizam, e de madeiras que podem cair a qualquer momento.

0 comentários:

Postar um comentário