Pages

29 de novembro de 2012

O Adeus ao Estádio Olímpico Monumental

Foto: Divulgação


O domingo 02 de dezembro de 2012 vai ser de despedida para os torcedores gremistas. A sua casa, o Estádio Olímpico Monumental vai receber a última partida oficial, no maior clássico do futebol nacional, o Gre-Nal, a partir das 17h.

O Olímpico deixa de receber as partidas da equipe tricolor e do futebol, que se muda da Azenha, para a Arena, no Humaitá. Um novo local moderno e de melhores condições para receber os grandes jogos do Grêmio, e também de melhores comodidades para o público e profissionais.

Grandes histórias foram imortalizadas no 'velho' Olímpico, com todo o respeito claro ao torcedor tricolor. Impossível não lembrar das conquistas do Campeonato Brasileiro, em especial aquela sobre a Portuguesa em 1996 pelo placar de 2 a 0; ou um ano antes em 1995, sobre o Palmeiras pela Libertadores nas quartas-de-final, na sonora goelada de 5 a 0.

Quantas e quantas emoções, o gremista teve nos clássicos Gre-Nais, de vitórias e derrotas, de momentos inesquecíveis que o 'velho' guerreiro Olímpico suportou até hoje.

Pois é, o Olímpico vai fechar as portas neste domingo, o torcedor do futebol vai sentir falta do Estádio, que é bonito. E é impossível de não se reconhecer isto, mesmo o torcedor adversário que sofria nas precárias estruturas dos visitantes, e que dava muito medo como muitos torcedores relatavam.

Eu conheci o Olímpico e o Beira-Rio em dezembro de 1996, nas férias do futebol, e eu nunca mais tive a chance de retornar a ambos estádios e assistir partidas 'in loco'. Na entrada dos Estádios, tu já percebe as grandezas dos dois clubes.

Enfim, é dado o adeus ao Estádio Olímpico Monumental, e o torcedor gremista que guarde na memória todos aquelas momentos de gritos e garras, afinal na nova casa do Grêmio, ali na Arena, uma nova história do futebol vai ser construída, e contada de gerações em gerações, assim como foram imortalizadas no Olímpico.

0 comentários:

Postar um comentário