Pages

25 de julho de 2013

É Galo na cabeça: Atlético Mineiro campeão da Copa Libertadores

A América acordou com o canto do Galo mais vibrante na manhã desta quinta-feira; e toda essa empolgação ocorreu por causa do título da Libertadores do Atlético ‘Brasileiro’.

Na noite desta quarta-feira, 24, com o grito entalado de sessenta mil torcedores na garganta de “Eu acredito!”, a torcida atleticana fez a festa no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte, ao acompanhar a vitória dramática de seu clube sobre o modesto Olímpia do Paraguai. O time paraguaio que pode ser considerado corajoso também, pelas grandes dificuldades financeiras enfrentadas para disputar a principal competição da América, porém a noite era do Galo.

O ‘sortudo’ time comando pelo Cuca, um treinador competente que sempre era chamado de ‘azarado’ por nunca ter conquistado um título de destaque e normalmente ficar no ‘quase’. Cuca é o cara, um estudioso do futebol, que vive no mundo da bola. O técnico merece receber todos os méritos pelo título e ainda por ter conseguido formar um time com atletas que não ‘serviam’ para outros clubes.

Na lista de recuperação do professor, Victor é o primeiro, afinal, um bom time, começa pelo goleiro; ainda se pode citar Jô e Ronaldinho Gaúcho. Ronaldinho que tinha sido dispensado pelo Flamengo, tinha uma grande responsabilidade agora no clube mineiro, em tentar se reerguer e mostrar o seu futebol tão esquecido pelo próprio jogador.

Por outro lado, a boa fase Atlético era e é tão evidente, que surgiu uma nova promessa, o jovem Bernard, um dos destaques do clube, que até já é chamado para atuar na seleção brasileira de Felipão. Uma das grandes revelações da Libertadores, Bernard tem um grande futuro pela frente. Destaque também para Diego Tardelli que fez uma grande participação na competição.

Com uma campanha muito boa na competição, a grande finalíssima merecia o coroamento do time mineiro. O Atlético-MG que havia sido derrotado na primeira partida por dois a zero, no jogo da volta, o clube conseguiu igualar o marcador e lavar a decisão paras a prorrogação e posteriormente para as cobranças de pênaltis. Nos pênaltis, o grito do Galo foi maior ao vencer por quatro a três.

Clube Atlético Mineiro do Brasil é campeão da Copa Libertadores pela primeira vez!

0 comentários:

Postar um comentário