Pages

18 de agosto de 2013

O 'game over'

Sei lá, mas acho que está tudo estranho e sem sentido. A semana que passou foi uma das minhas piores, e o mais esquisito disso é que não briguei, apenas fui sincero. Publicamente talvez isso não foi percebido, pelo fato de eu querer demonstrar que está tudo bem, e na tentativa de resolver as coisas acontece um game over.

O título de game over eu utilizo por ter ouvido essa expressão no trabalho recentemente, e talvez é o termo mais adequado e que tem mais sentido neste momento pra mim. Não que eu esteja deprimido e longe disso, mas sei lá, sinceramente eu não se isso faz alguma diferença.

O mais complicado de tudo é que por mais que tu tente falar as coisas, parece que algo não é entendido; detalhe se perde no meio do caminho e a situação não é compreendida direito, criando uma grande bola de neve.

Não sabemos como vai ser o dia de amanhã, porém, tem um determinando momento que tu cansa, porque tu quer viver o dia de hoje, para construir o teu futuro. Contudo, quando falta um tijolo, a casa fica incompleta, e o desânimo aumenta, porque é impossível de entender o motivo do não entendimento, de algo que deveria ser resolvido tão simplesmente, numa boa.

De toda essa história, de uma das minhas piores semanas, é saber o quanto as pessoas te consideram e te querem bem. Uma simples palavra, um simples olhar, uma simples troca de gentileza. Convenhamos, por mais que tu tente superar os problemas num simples piscar de olhos, a pessoa sabe que tu não está bem.

A história acabou? Realmente é um game over? Sei lá, não sei de mais nada.

Por: Ivan Sgarabotto

0 comentários:

Postar um comentário