Pages

23 de novembro de 2013

Rede Católica de Rádio elege diretoria para o triênio 2014-2016

Foto:Gilmar Santos

A Rede Católica de Radiodifusão (RCR) definiu a diretoria e conselho deliberativo que vão gerir o trabalho do organismo no triênio 2014-2016. Os novos membros foram eleitos durante a VII Assembleia Geral Ordinária da Rede Católica de Radiodifusão (RCR), realizada na manhã desta sexta-feira, dia 22 de novembro, na Casa de Retiro das Irmãs Paulinas, em São Paulo (SP).

A diretoria eleita para o triênio mantém na presidência o Frei João Carlos Romanini (Redesul de Rádio) e Angela Morais (Rádio Imaculada Conceição) como 1ª vice-presidente. O Padre William Betônio (Rede Aparecida) foi escolhido como 2° vice-presidente.

A Assembleia contou com a participação de representantes das cinco bases geradoras e dos membros fundadores com direito a voto. Além da escolha da nova diretoria, o encontro objetivou a apresentação dos relatórios financeiro e das atividades promovidas nos últimos três anos.

Outro ponto de destaque da assembleia foi a incorporação de duas novas geradoras de conteúdo à RCR: Rede Evangelizar é Preciso e Rede Scalabriniana de Comunicação. Com o ingresso das emissoras, a RCR passa a contar com sete geradoras.

Expansão da Rede

Na apresentação do relatório de atividades do último triênio, Frei João Romanini destacou os principais avanços da RCR. “Até então trabalhávamos com um conceito de rede geradora via satélite e passamos a fazer um trabalho mais digitalizado”, explica.

Houve uma adequação na forma de distribuição dos conteúdos, baseada no novo portal da RCR, que funciona como um grande integrador. “Por ali fazemos o compartilhamento de conteúdos e passamos a ser rádio também com texto e imagens, com áudios, podcasts e utilizando as redes sociais”, completa.

O novo sistema permitiu o aumento dos acessos ao site, passando de 8 mil para 250 mil por mês. O portal também oferece o aplicativo da RCR para tablets e smartphones, compatível com as plataformas Android e iOS. Já foram contabilizados mais de 4 mil downloads.

O portal da RCR é dotado para suprir as rádios que não têm estrutura, apoiando no trabalho diário e na disseminação de informações. “Hoje a RCR auxilia muito os pequenos, através de uma rede de profissionais que colaboram indiretamente com eles”, cita. Esse trabalho contribuiu não só para melhorar a qualidade do trabalho das emissoras como para auxiliar na formação e qualificação dos profissionais, e até mesmo sob o ponto de vista da gestão e produção de conteúdo.

Outro ponto destacado durante a assembleia foi a parceria entre a RCR e a Signis Brasil – Associação Católica de Comunicação, que permitiu a participação em eventos diversos, a ampliação da presença na internet e a implantação da revista Integração.

Fortalecimento da Igreja do Brasil

O trabalho que vem sendo promovido visa ao fortalecimento da Igreja do Brasil e traz uma série de desafios para a nova diretoria. “O primeiro é a questão da migração do rádio de AM para FM e a qualificação dos nossos profissionais”, explica Frei Romanini.

O 2° vice-presidente eleito destaca que a RCR está em franco de crescimento, assim como o próprio rádio, enquanto veículo de comunicação. “Nesse processo de migração haverá muito assunto para RCR discutir com os bispos e as rádios que são da Igreja”, aponta Padre William Betônio.

Na avaliação dele, o rádio deverá ganhar uma força muito grande nos próximos anos e, diante dessa realidade, a RCR terá muito trabalho para instruir a Igreja e colaborar com o processo das emissoras de inspiração católica que operam na faixa AM e vão migrar para o FM.

Fonte: Assessoria de imprensa da RCR

0 comentários:

Postar um comentário