Pages

6 de abril de 2014

Rio Grande do Sul lidera a lista de assinaturas de campanha pela flexibilização de A Voz do Brasil


Dados da Abert revelam que quase metade das assinaturas da campanha nacional "A Voz Que Eu Quero Ouvir" foram feitas no Rio Grande do Sul. A campanha, que recebe apoio da Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (Agert), termina na véspera da Copa do Mundo.

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) liberou na tarde desta terça-feira, 01/04, novos dados sobre a campanha pela flexibilização do programa A Voz do Brasil. Das mais de 5000 assinaturas, 45% são de gaúchos.

Conforme o presidente da Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (Agert), Roberto Cervo "Melão", esse número se deve pelo engajamento da entidade gaúcha, seus associados e o povo gaúcho como um todo. "Os gaúchos entenderam a importância da flexibilização do programa A Voz do Brasil. Essa decisão não deve ocorrer só durante a Copa do Mundo, mas esse importante horário das 19h deve ser devolvido às emissoras de rádio para que possam trazer informações de serviço para os seus ouvintes", completa.
Na lista dos cinco estados que mais participaram até o momento com assinaturas aparece Rio Grande do Sul (45,02%), São Paulo (18,26%), Santa Catarina (15,26%), Minas Gerais (5,56%), Paraná (5,02%).

Com o tema "A voz que eu quero ouvir", a campanha da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) pretende mobilizar a sociedade com um abaixo-assinado eletrônico pela aprovação do Projeto de Lei 595/2003, da deputada Perpétua Almeida (PC do B – AC), que permite iniciar o programa entre 19h e 22h. A proposta aguarda votação no plenário da Câmara dos Deputados e, caso aprovada, depende apenas de sanção presidencial.

Para participar da campanha basta acessar neste LINK.

0 comentários:

Postar um comentário