Pages

29 de junho de 2014

Reunião entre governo e prefeitos define ações para auxiliar população atingida pelas chuvas no Rio Grande do Sul

Foto: Divulgação

Por determinação do governador Tarso Genro, o secretário de Estado do Gabinete dos Prefeitos e Relações Federativas, Jorge Branco, e o secretário-chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel Oscar Luiz Moiano, receberam, na manhã deste sábado (28), em Frederico Westphalen, 46 prefeitos dos municípios prejudicados pelas enchentes. Uma força-tarefa está sendo montada para ajustar o plano de trabalho para recuperação das localidades, onde 10.749 pessoas foram atingidas pelas chuvas dos últimos dias.

Segundo o último boletim da Defesa Civil, às 11h deste domingo, são 59 cidades afetadas nas regiões do Alto Uruguai, Norte, Celeiro, Noroeste, Fronteira Noroeste e Missões. Durante a reunião, Tarso, que deverá visitar os municípios em situação de emergência, conversou com os prefeitos através de ligação telefônica e colocou a estrutura do Estado à disposição dos municípios.

O secretário Jorge Branco ressaltou que a prioridade do Governo do Estado é zelar pelas vidas e pelos bens das comunidades e, por este motivo, as Secretarias Estaduais já estão elaborando um plano de ações que deve se iniciar assim que as chuvas se encerrarem, como reforço aos trabalhos que já estão em andamento. “Emater, Secretaria de Desenvolvimento Rural, Secretaria da Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa, Secretaria da Habitação e Saneamento, Secretaria do Planejamento, Secretaria de Obras Públicas, Daer e Empresa Gaúcha de Rodovias, em conjunto com a Secretaria do Gabinete dos Prefeitos, já estão em ação e apresentaram, nessa sexta-feira, um relato das medidas desenvolvidas”, disse. "O governo está presente, agiu emergencialmente através da Defesa Civil e está pronto para atender as demandas e construir alternativas ágeis em conjunto com os gestores municipais”, completou.

Moiano, que após a reunião em Frederico deslocou-se para Iraí, afirmou que o Governo do Estado está capacitado para atender a todos e que uma equipe da Defesa Civil Estadual está recebendo doações aos municípios numa base montada na prefeitura de Frederico Westphalen. “Houve ação preventiva e todos nós nos preparamos, por isso não aconteceu o pior. Os danos são apenas materiais. Os prefeitos, que recentemente participaram de um treinamento da nossa política de prevenção, empreenderam as ações na hora certa”.

Os prefeitos defenderam que o auxílio prioritário seja aos ribeirinhos do Rio Uruguai. Uma nova reunião de trabalho entre prefeitos e Governo do Estado ficou definida para a próxima quarta-feira (2), no Palácio Piratini. No dia 3, representantes do governo e das prefeituras vão a Brasília para uma reunião com o ministro da Integração Nacional, Francisco José Coelho Teixeira, para acelerar a busca de apoio junto ao Governo Federal.

Veja a lista dos municípios afetados

Municípios atingidos: 59

Cruzaltense, Barão do Cotegipe, Getulio Vargas, Erechim, Centenário, Jacutinga, Itatiba do Sul, Aratiba, São José do Ouro, Floriano Peixoto, São João da Urtiga, Paim Filho, Carlos Gomes, Áurea, Erval Grande, Marcelino Ramos, Barra do Rio Azul, Maximiliano de Almeida, Ponte Preta, Nonoai, Viadutos, Restinga Seca, Caiçara, Campo Novo, Tenente Portela, Jaboticaba, Pinhal, Palmitinho, Pinheirinho do Vale, Cristal do Sul, Cerro Grande, Irai, Novo Tiradentes, Alpestre, Frederico Westphlen, Barra do Guarita, Esperança do Sul, Tiradentes do Sul, Derrubadas, Ametista do Sul, Crissiumal, Chiapeta, Vicente Dutra, Nova Candelária, Tres de Maio, Porto Vera Cruz, Novo Machado, Porto Xavier, Alecrim, Roque Gonzáles, Doutor Mauricio Cardoso, Porto Lucena, Porto Mauá, Unistalda, São Borja, Itaqui, Santa Cruz, Venâncio Aires e Colinas.

Pessoas desabrigadas: 2.480

Pessoas desalojadas: 8.269

Total de Pessoas atingidas: 10.749 Fonte

0 comentários:

Postar um comentário