Pages

10 de agosto de 2014

Copa Trancos e Barrancos começa a escrever sua história no off-road nacional

Foto: Alexandre Rech

Foi com uma prova extremamente técnica e bastante elogiada pelas equipes, que a Copa Trancos e Barrancos deu o primeiro passo para uma longa história... Sob a organização do Clube Caxias de Rally - CCR - (e apoio da equipe de rali Trancos e Barrancos), o evento ocorreu neste sábado, 09, em Jaquirana, na região "dos Aparados da Serra", no Rio Grande do Sul, e foi válida pelas 1ª e 2ª etapas da temporada 2014.

O grid contou com 19 duplas, divididas entre as categorias Graduados e Turismo. A Expedition (passeio) teve 20 carros, totalizando uma caravana de 39 veículos. Estiveram presentes representantes de Gravataí, Ivoti, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Porto Alegre, Pelotas, Nova Petrópolis, Estrela, Caxias do Sul e também Florianópolis, SC. O roteiro teve 120 quilômetros, com direito a uma planilha de 120 páginas, cerca de 1.200 tulipas, 68 laços e uma pista fechada na sede de uma fazenda local.

De acordo com o diretor de prova, Alexandre Rech, Jaquirana fez jus ao título de Capital das Trilhas, e proporcionou excelentes paisagens e diversos desafios. "Busquei colocar em prática a vivência que tenho em mais de dez anos de rali. Fico feliz por semear em Jaquirana um evento que, tenho certeza, renderá bons frutos aos esporte no Rio Grande do Sul. O apoio dos competidores, dos patrocinadores e da Prefeitura Municipal de Jaquirana foram fundamentais para o sucesso da etapa", declarou Rech.

O trajeto levantado para esta empreitada adentrou plantações de pinus e apresentou terreno bem molhado. Pelo caminho, os participantes sobrepuseram facões, atoleiros e erosões. Devido ao desnível de altitude (que variou de 611 a 1.012 metros), subidas bem íngremes pediram potência do motor.

Além dos desafios propostos, a Copa Trancos e Barrancos implantou algumas novidades técnicas para garantir a segurança das duplas: foram usadas bandeiras vermelhas no lado esquerdo do percurso para evitar que algum carro andasse no sentido contrário do rali. Em virtude dos 68 laços, o risco de acidente existia. Assim, a experiência foi aprovada por todos os envolvidos e será ampliada nos próximos certames.

A próxima prova, que valerá pelas 3ª e 4ª etapas ocorrerá no dia 04 de outubro, na cidade de Barra do Ribeiro. E Rech adiantou: "Teremos mais áreas de plantações de pinus, chão arenoso e margearemos lagoa. Todos estão convidados para mais essa aventura", encerrou.

Classificação - Etapa Jaquirana

Categoria Graduados

1º José Antônio Neumann / Robson Roloff, 46 pontos
2º Milton Roberto Dresch / Tiago Poisl, 46 pontos
3º Cristiano Fuentes Silva / Bruno Foscarini, 45 pontos
4º Vladimir Kuse / Thiago Ferreira da Silva, 45 pontos
5º Daniel Dane Porto Caetano / Mário Costa, 39 pontos

Categoria Turismo
1º Charles Macelo Ritter / Marcelo Almada Coelho Ritter, 50 pontos
2º Gustavo Henrique Trierweiler / Ismael Peteffi, 43 pontos
3º Jonny Pfeiffer / Thadeu Enzweiler, 43 pontos
4º Lucas Hemb / Eduardo Homrich Granzotto, 41 pontos
5º Marcelo Arruda Pereira / Cleber Solivo Lopes, 39 pontos

Com informações do Canal da Velocidade

0 comentários:

Postar um comentário