Pages

24 de agosto de 2014

Vieira e Lasier visitam Santa Maria, Jaguari e Santiago

Foto: Jefferson Bernardes / Agência Preview / Divulgação

Vieira e Lasier, candidatos da Coligação O Rio Grande Merece Mais (PDT, DEM, PSC, PV e PEN) ao governo e ao senado, visitaram três municípios neste sábado, 23. O roteiro passou por Santa Maria, seguiu por Jaguari e acabou em Santiago.

Em Santa Maria, a dupla foi recebida pelos militantes no início do Calçadão. Ao lado do vice de Vieira, Flávio Gomes, do suplente de Lasier, Christopher Goulart, e de candidatos a deputado da coligação, eles fizeram uma caminhada pelo comércio e ouviram as demandas da população.

A situação da ERS-287, um dos acessos a Santa Maria, foi plano de fundo para os questionamentos sobre o que Vieira fará para melhorar a infraestrutura de estradas no Rio Grande do Sul. A população que trafega pela rodovia convive diariamente com buracos e asfalto irregular, com o agravante de haver cobrança de pedágio em Candelária. A conservação da rodovia é de responsabilidade da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), que foi criada recentemente e é administrada pelo Governo do Estado.

“Tenho percorrido o Estado e a reclamação é sempre a mesma: excesso de buracos, falta de sinalização e a enorme quantidade de municípios que sequer tem acesso asfáltico. No nosso governo, a conservação e a duplicação das rodovias serão feitas pelo Daer, que será reestruturado, e pela EGR, que irá conviver com as empresas privadas. As Parcerias Público Privadas (PPPs) serão tratadas sem preconceito no nosso governo, num processo transparente em busca dos necessários investimentos, e sempre tendo como meta a modicidade tarifária”, disse Vieira.

Em Jaguari, os candidatos foram recepcionados com uma carreata. A visita também serviu para que Vieira reencontrasse antigos amigos, já que foi na cidade da região Central que ele viveu parte da infância.

A última atividade foi em Santiago, onde o grupo participou da terceira carreata do dia, e encerrou a jornada com um jantar no Círculo Operário.

Com informações do PDT-RS

0 comentários:

Postar um comentário