Pages

27 de janeiro de 2015

BASTIDORES DA NOTÍCIA: O dia da maior tragédia do Rio Grande do Sul [2 anos]

Nesta terça-feira, 27 de janeiro de 2015 completa dois anos da maior tragédia que aconteceu no Rio Grande do Sul, o incêndio da boate Kiss, em Santa Maria, com a morte de 242 pessoas, na qual a grande maioria eram universitários.

Uma frase destaco em especial ao reler o texto: "INFORMAÇÃO é isto que resume o nosso trabalho. Informar as pessoas com a notícia correta e sem alarde, sem sensacionalismo e com muita responsabilidade."

Abaixo compartilho o texto que que escrevi na época, e quem sabe, este é um dos meus melhores textos pela forma de descrição e de poder participar da cobertura.

CONFIRA:


BASTIDORES DA NOTÍCIA: O dia da maior tragédia do Rio Grande do Sul

Um domingo cinzento e triste. Neste dia 27 de janeiro de 2013 vai ficar para a história do Brasil, o dia que 233 pessoas morreram na boate Kiss em Santa Maria-RS, após um incêndio provocado na casa noturna.

Desde as primeiras horas da manhã quando fiquei sabendo da trágica notícia, comecei a me informar na internet e acompanhar na tv. Lembrei de conhecidos naturais da cidade de Santa Maria, e logicamente estava muito chocado com o número de mortes, além de serem jovens universitários.

Como profissional da comunicação, e também acadêmico de jornalismo prestes a se formar, comecei uma incessante busca de notícias para atualizar o blog, e por consequência colaborar com a procura de notícias sobre o incêndio da boate em santa Maria.

Aprendemos que não devemos nos envolver, mas somos humanos, e fica impossível não estar ligado nesta tragédia. A tarde fui trabalhar na rádio São Francisco Sat, e em determinado momento, me emocionei com uma homenagem feita para um colega da emissora e ouvinte da São Chico que faleceu durante a semana, "o senhor Bavaresco", e ainda mais com esta notícia, não havia clima.

A tarde foi complicada, não há roteiro a seguir com tudo isto, por mais caprichado que ele esteja. A programação "normal", se torna "especial", é reportagem ao vivo direto de Santa Maria e entrevistas.

O ouvinte quer saber do que acontece, ligações feitas, tentativas de outras e até trotes teve. Somos profissionais, checamos as informações, e sem sensacionalismo.

Emissoras entravam em contato, pois também queriam mais informações. Bilhetes, recados, correrias e agitação. "Por quê tu está correndo?" me foi perguntando, e eis que respondo "É informação! É informação!"

INFORMAÇÃO é isto que resume o nosso trabalho. Informar as pessoas com a notícia correta e sem alarde, sem sensacionalismo e com muita responsabilidade.

O dia da maior tragédia do Rio Grande do Sul, a minha recente cobertura mais difícil que fiz nestes 3 anos e 3 meses de rádio.

----

Vou citar os nomes da equipe que trabalhei na tarde deste domingo: Romualdo Corlatti, Maicon Rech, Vânia Cassol, Sandro Da Cruz, José Theodoro e Antônio Tessis (repórter da rádio Medianeira de Santa Maria).

0 comentários:

Postar um comentário