Pages

28 de fevereiro de 2015

A arte de ser feliz

Muitas vezes estamos decididos a querer mudar o mundo, mas, quando percebemos estamos mudando a nós.

Por descuidos entramos em certas crises, que se não tivermos um autocontrole, podemos até nos perder, contudo, é necessário ter uma certa dose de paciência, mesmo quando parece ela estar escondida, bem longe e muito distante do nosso alcance.

Ao olhar para trás é impressionante a jornada construída, e que de muitos altos e baixos, até chegou a magoar, mas, por causa da felicidade e persistência, conseguiu dar a volta por cima e reverter o resultado.

As situações não tendem a ser sempre fáceis, emergências surgem, desentendimentos acontecem, mas, a arte de ser feliz te tranquiliza, e assim, te faz sorrir. Talvez não conseguimos mudar o mundo, mas a nós mesmos já é um grande passo

Por: Ivan Sgarabotto

0 comentários:

Postar um comentário