Pages

25 de fevereiro de 2015

A paixão de amar

Foto: Ivan Sgarabotto

O sentimento de amor é muito forte, e por isso não devemos confundir com o sentimento de paixão. A paixão surge no começo como uma explosão, e amor é conquistado ao longo do tempo.

Por isso tudo se leva um tempo e esquecer um amor não é fácil, mas em muitos casos é preciso e necessário, além de ser “obrigatório” isto acontecer. Digo isto, porque me foi perguntado em como “desamar”, mas, uma fórmula certa, rápida e precisa não existe.

Quando uma pessoa ama, é porque ela passou por vários estágios, obstáculos e etapas, e assim sendo, num relacionamento uns sentem mais, e outros menos. O sentimento varia de pessoa para pessoa, como uma característica de ser mais fácil para uns, ou mais difícil para outros.

Desta forma devemos então saber separar e aprender que amor é uma coisa, e a paixão é outra, entretanto, não se pode crucificar e julgar ninguém. Tudo depende de um envolvimento, porém, é saber respeitar os sentimentos e identificar a sua natureza real e verdadeira.

Pode parecer estranho, e por mais estranho que seja, temos que nos amar primeiro, para depois amar a outra pessoa. É nos respeitar e saber os nossos limites, se vale a pena ou não ir adiante. É arriscar, mas saber também que tentamos ao lutar, e simplesmente entender o quanto isto é importante para nós.

Tudo leva um processo de tempo, afinal, queremos que tudo dê certo, mas quando não dá, por mais doloroso que seja, é seguir em frente, além de ser a única opção, pelo menos a mais correta e necessária. Apenas com o tempo vamos aprender a nos fortalecer e nos tornar mais maduros. As dores existem, mas passam e nos fazem crescer.

O nosso amadurecimento acontece devido os riscos, e deste jeito, é preciso correr riscos para saber o quanto é preciso e fundamental crescer. E mesmo quando nós estivermos mais velhos (maduros), ainda vamos cometer erros, mas, estaremos aqui para aprender.

Por: Ivan Sgarabotto

0 comentários:

Postar um comentário