Pages

30 de abril de 2015

“Imagens e Horizontes” é o tema escolhido para a Festa da Uva 2016

A Diretoria de Cultura e Desfiles da Comissão Comunitária da Festa da Uva 2016 promoveu nesta quinta-feira, 30, mais um encontro de estudos para a escolha do tema da Festa da Uva 2016, que ficou definido como: “Imagens e Horizontes”. O grupo de trabalho, coordenado pela diretora Rubia Frizzo, foi composto por José Clemente Pozenato, Cleodes Piazza, Tânia Tonet, Maria Angélica Graziottin, Mário Michielon, Luciano Ballen, Fernando Bertotto, Magali Quadros, Elenira Inês Prux e Marta Geni Slomp, discorreu sobre a temática da próxima Festa, que acontecerá de 18 de fevereiro a 06 de março de 2016.

Considerando as falas de Mário Michelon,“os imigrantes que aqui chegaram foram pessoas que não se deixaram abater pelos espinhos da adversidade, que buscavam um novo horizonte despertado em seus sonhos, em busca de um amanhã melhor. A nossa história remonta à vitória de um povo, história esta que hoje temos retratadas em imagens e na alma de cada descendente”; de Fernando Bertotto,“as imagens captadas desde as nossas origens, até os dias atuais, nos levam a sempre procurar novos horizontes em busca de uma sociedade melhor”; de Maria Angélica Graziottin, “as imagens a que nos referimos são a representação de objetos e recordações. E esse horizonte é onde o olhar e o pensamento alcançam. O horizonte é a representação do limiar entre o céu e a terra, o céu que você sonha, e a terra onde você realiza, é onde o pensamento viaja e imagina o futuro em que queremos viver, assim como foram com os primeiros imigrantes”.

Ainda de Tania Tonet, “o diferencial da nossa sociedade está na maneira em que interpretamos as imagens da nossa história, sejam elas por meio de fotografias, filmes, pinturas, entre outros. O horizonte é tudo o que vislumbra-se no futuro, além do que um dia já foi o sonho e hoje é a realidade, construído por nossos antepassados”. Também a partir das ricas intervenções da professora doutora Cleodes Piazza, o professor doutor José Clemente Pozenato conclui que, ao tratar de imagens e horizontes, trata-se de duas dimensões da Festa da Uva: as imagens como o registro das memórias do nosso passado, e o horizonte como a perspectiva de futuro, um espaço aberto a novas oportunidades. As duas dimensões celebram a história e a cultura, ao mesmo tempo em que são uma motivação para avançar no futuro de um novo horizonte”. E coube a Pozenato a síntese do pensamento geral da frase que representará a próxima Festa da Uva de Caxias do Sul: “Festa da Uva 2016 - Imagens e Horizontes”.

0 comentários:

Postar um comentário