Pages

23 de fevereiro de 2011

Clube dos 13 espera R$ 4 bilhões das plataformas de mídia

No dia em que Corinthians, Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo anunciaram ruptura com o Clube dos 13, a entidade informou que acredita na arrecadação de R$ 4 bilhões com a licitação das cinco plataformas de mídia do Brasileirão para o triênio 2012/2013/2014. Tratam-se de TV aberta, fechada (TV a cabo), mobile, internet e publicidade estática (placas e anúncios em estádios).

Após reunião do Clube dos 13 nesta quarta-feira, em São Paulo, a comissão que negocia os direitos de transmissão de jogos do Campeonato Brasileiro desafiou os dissidentes a alcançar valores superiores.

Homem forte no projeto do Clube dos 13, o presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, afirmou que esse tipo de proposta serve para o futebol brasileiro dar um salto econômico.

— O valor é o bolo a ser divido entre os clubes. Pelo que planejamos se aproximará de R$ 600 milhões (para TV aberta) e R$ 4 bilhões para as mídias (todas, durante o triênio). Chegamos para dar redenção aos clubes. Queremos passar isso para o torcedor e dar um salto no futebol brasileiro — disse Kalil.

A comissão também apresentou a divisão das cotas conforme a última assembleia do C13. Corinthians, Flamengo, São Paulo, Palmeiras e Vasco receberão mais na comparação com os outros clubes. Todos terão acréscimos cerca de três vezes superior ao patamar atual, exceto os clubes que cairam para a Série B no último Nacional: casos de Sport, Goiás, Portuguesa e Guarani. Estes ficam com metade do montate, sendo que a outra fica com o Clube dos 13.

Confira a tabela:

De R$ 16 milhões para R$ 42 milhões - Flamengo, Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Vasco da Gama

De R$ 14,4 milhões para R$ 36 milhões - Santos

De R$ 12 milhões para R$ 30 milhões - Fluminense, Botafogo, Atlético-MG, Cruzeiro, Internacional, Grêmio e Bahia

De R$ 9,2 milhões para R$ 24 milhões - Sport, Goiás, Vitória, Coritiba, Portuguesa, Guarani e Atlético-PR Fonte

0 comentários:

Postar um comentário