Pages

23 de fevereiro de 2011

Com Coritiba, seis times já negociam com TV sem Clube dos 13

Depois de Corinthians e dos quatro principais clubes do Rio protagonizarem uma 'debandada' em relação ao Clube dos 13, o Coritiba também anunciou, nesta quarta-feira, que discutirá diretamente com as emissoras de televisão o novo contrato de transmissão do Campeonato Brasileiro.

Com isso, dos 20 clubes filiados ao Clube dos 13, seis já anunciaram que não serão intermediados pela entidade nas negociações dos direitos de transmissão de TV para os próximos Nacionais --de 2012 à 2014.

"Diante da polêmica envolvendo o novo contrato para transmissão do Brasileiro, a diretoria do Conselho de Administração do Coritiba Foot Ball Club decidiu preservar, em primeiro plano, os legítimos interesses do clube e do futebol paranaense. Assim, pretende negociar diretamente com as empresas interessadas todos os aspectos comerciais referentes a esses direitos de transmissão", diz nota publicada no site do clube.

Segundo a Folha apurou, a TV Globo não vai apresentar proposta para ter os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro a partir de 2012 pois discorda do formato pedido pelo Clube dos 13.

Uma das razões que fez a emissora desistir da concorrência com a Record e a Rede TV! é que o formato prejudicaria as vendas de seus canais de pay-per-view.

Ao contrário da TV Globo, a Record irá apresentar proposta pelos direitos de transmissão em TV aberta do Campeonato Brasileiro a partir de 2012 --também segundo o que a Folha apurou.

A interlocutores, executivos da Record afirmam que a negociação individual por parte dos clubes apenas fazem com que os eles ganhem menos. Em alguns casos, até 50% menos.

Além da 'Globo', outras três empresas mostraram interesse no cabo e no pay-per-view do Campeonato Brasileiro: 'ESPN', 'Oi' e 'Telefônica'.

'Globoesporte', 'Terra', 'iG', 'Oi' e 'UOL' pleiteiam os direitos para a internet.

ATLÉTICO-PR DENTRO

Segundo nota publicada no site oficial do Altéico-PR, o presidente do Conselho Administrativo do clube, Marcos Malucelli, participou de uma reunião --também nesta quarta-- que discutiu o edital de licitação dos direitos de transmissão dos Nacionais, a desfliação do Corinthians ao C13 e o comunicado feito pelos clubes cariocas de negociação à parte das cotas de TV.

Além de Malucelli e de Fábio Koff --que presidente a entidade-- participaram do encontro os representantes do São Paulo e do Internacional, diz a nota.

Em relação à decisão dos principais clubes do Rio, ainda segundo o comunidado do Atlético-PR, o estatuto do Clube dos 13 proíbe que seus filiados negociem separadamente direitos de transmissão por se manterem representados pelo própria entidade.

Na nota, o Atlético-PR deixou claro que pretende se manter na negociação intermediada pelo Clube dos 13 para os direitos de transmissão do Nacional.

"O Atlético Paranaense que atualmente recebe cerca de R$ 12 milhões de contrato com a TV para o Brasileiro poderá receber algo em torno a R$ 25 milhões por ano com a nova proposta de negociação --que será bastante vantajosa a todos os clubes", disse Malucelli.

CORINTHIANS FORA

A diretoria do Corinthians enviou uma carta à cúpula do Clube dos 13, nesta quarta, pedindo a desfiliação formal da equipe da entidade criada em julho de 1987.

'O simples fato de, durante reunião de ontem da comissão de negociação do Clube dos 13, seu diretor executivo, no meio das discussões, ter ligado para um alto executivo de uma das emissoras concorrentes para saber o que ele achava de uma deliberação em discussão (confirmado por dois membros da comissão de TV) demonstra que este processo não está sendo conduzido com isenção e macula, de forma indelével, a lisura dos trabalhos que estão sendo realizados', diz trecho da carta.

RIO FORA

Mais cedo, os quatro principais clubes do Rio anunciaram uma 'debandada' em relação ao Clube dos 13. Segundo nota publicada de maneira conjunta, as diretorias de Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco vão, a partir de agora, negociar os direitos de transmissão de TV para os próximos Nacionais em bloco, porém sem a intermediação da entidade.

Os Presidentes dos quatro clubes em entrevista coletiva às 11 horas de amanhã, 24/02, no Hotel Windsor da Barra da Tijuca, prestarão esclarecimentos complementares.'

R$ 70 MILHÕES

Na terça-feira, o presidente do Clube dos 13 afirmou que o Corinthians faturaria mais do que o dobro com a permanência na instituição.

Koff recebeu a visita de Sanchez ontem. 'O Corinthians ganha hoje 30 e tantos milhões de reais por ano com o Brasileiro, dá quase R$ 1 milhão por jogo', disse Koff. 'A nossa estimativa é que ganhem de R$ 60 milhões a R$ 70 milhões. Mas se ele acha que saindo pode conseguir mais do que isto... Não tem como ganhar mais', completou.

0 comentários:

Postar um comentário