Pages

17 de fevereiro de 2011

Ex-árbitro Godói passou por cirurgia e está em estado grave

O ex-árbitro e comentarista esportivo Oscar Roberto de Godói, que foi baleado em tentativa de assalto na noite desta quarta-feira (16), passou por cirurgia no Hospital das Clínicas, em São Paulo, na madrugada de hoje e está na UTI em estado grave, mas estabilizado, de acordo com o hospital.

Godói foi atingido por ao menos dois tiros --um na região cervical e outro no tórax, afirma o hospital. Uma das balas se alojou próximo à coluna, mas não atingiu a medula, e a outra perfurou o pulmão do comentarista, segundo o hospital.

A cirurgia do ex-árbitro começou à 1h45 e terminou às 3h50. Às 6h, ele foi levado para a UTI. Seu estado é grave, porém, estável.

De acordo com a Polícia Militar, ele foi vítima de uma tentativa de assalto na rua Diana, em Perdizes. Homens tentaram levar seu carro por volta das 22h.

Nada foi roubado, de acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública). Os objetos que estavam com Godói foram entregues à família. No carro, a polícia encontrou uma bolsa com carteira, cheques e dinheiro.

CARREIRA

Polêmico, Godói --que atualmente é comentarista da Rádio Transamérica-- teve seu contrato rompido pela TV Bandeirantes no ano passado, após criticar a direção da emissora no ar, durante a transmissão de um jogo.

Quando o narrador Luciano do Valle comentou que um telespectador o havia elogiado por e-mail, Godói disse: 'Que bom, porque da direção a gente não tem isso'.

Oficialmente, a Band afirmou que 'a saída de Godói foi motivada por uma renovação de quadro'.

Em novembro, ele foi condenado, junto com a Band, a pagar indenização de R$ 100 mil por dano moral ao árbitro de futebol Philippe Lombard.

O processo foi motivado por um comentário feito durante o programa 'Jogo Aberto', da Band, em que Godói criticou a atuação do árbitro. Fonte

0 comentários:

Postar um comentário