Pages

12 de fevereiro de 2011

Repórter-carona da Globo expõe entrevistados a multas

Espirituoso, o repórter do Globo Esporte Ivan Moré costuma deixar jogadores de futebol em situações embaraçosas, principalmente quando os entrevista no trânsito enquanto dirigem.

O problema é que as câmeras da emissora filmam o bate-papo e acabam flagrando infrações de trânsito cometidas pelos boleiros -a maioria provocada pelo próprio repórter. Tudo vai ao ar no programa global, um dos mais vistos da tarde no Estado.

Na última sexta-feira (11), o Globo Esporte mostrou Ivan Moré sem o cinto de segurança pegando carona no carro de Dagoberto, atacante do São Paulo.

Transitar sem o cinto de segurança acarreta multa de R$ 127 e mais cinco pontos na carteira do motorista. Por lei, o condutor é responsável pelo passageiro.

O caso de Neymar, do Santos, também é grave. A entrevista foi publicada no início do ano passado e pode ser vista também no YouTube.

Além de aparecer de carona sem o cinto de segurança na estrada, o repórter instiga o jogador a comer um sanduíche, que, para isso, acaba tirando as duas mãos do volante por vários segundos para desensacar o alimento.

Guiar sem as mãos na direção também é transgressão (R$ 83 e quatro pontos na habilitação).

Caso não tenha flagrado as infrações no momento em que elas ocorreram, qualquer órgão fiscalizador de trânsito pode usar as imagens da televisão como prova e multar os jogadores infratores sem precisar, antes, mostrar o cartão amarelo. Fonte

0 comentários:

Postar um comentário