Pages

9 de março de 2011

Brandão tem prisão provisória ampliada em 24 horas na França

O atacante brasileiro Brandão, do Olympique de Marselha, teve a prisão provisória ampliada em 24 horas nesta quarta-feira por uma suposta agressão sexual. O jogador, de 30 anos e que foi detido na terça em casa, está respondendo às perguntas da polícia em uma investigação preliminar aberta pela promotoria.

Uma jovem, de 23 anos, apresentou uma denúncia contra Brandão na sexta na qual acusa o brasileiro de estupro no carro do jogador, quando ele a acompanhava até sua casa, depois que os dois saíram de uma boate em Aix-en-Provence. Brandão rejeita a acusação.

- Meu cliente está tranquilo, nego os fatos atribuídos a ele - disse a advogada do jogador, Patricia Clusan.

A agressão teria acontecido, segundo a denunciante, no acostamento da estrada que liga Aix-en-Provence e Marselha. O jogador teria deixado a mulher nesta última cidade durante a madrugada, segundo a versão da suposta vítima.

A vítima, que foi submetida a exames médicos no fim de semana, explicou aos policiais que demorou a fazer a denúncia por temer que sua versão não fosse levada a sério.

O atacante brasileiro joga no clube francês desde janeiro de 2009. Antes, Brandão passou sete anos no Shakhtar Donetsk da Ucrânia. Brandão também jogou por Grêmio Maringá, União Bandeirante, Iraty e São Caetano. Fonte

Foto: Reuters

0 comentários:

Postar um comentário