Pages

31 de março de 2011

Roberto Cabrini entrevista agentes da repressão que prenderam Dilma Rousseff

Foto: Reprodução

O jornalista Roberto Cabrini entrevistou no programa Conexão Repórter do SBT, na estreia da nova temporada do programa nesta quarta-feira, 30, agentes da repressão que prenderam a presidente Dilma Rousseff.

Conforme Cabrini é pela primeira vez na televisão que agentes da repressão deram entrevistas e contaram como foi a prisão de Dilma. "O nosso programa não é uma história de mocinhos e bandidos. Mostraremos também o outro lado. Mostramos a entrevista feita com João Lucena para as suas vítimas. "

Segundo o jornalista, o trabalho de apuração de apuração durou três meses. "A entrevista com o João Lucena tem quatro horas de duração. Ele conta como eram as torturas, como foi o episódio da prisão da presidenta Dilma Rousseff e outros fatos importantes da história. "

Confira a entrevista do agente que detalhou a prisão da presidente Dilma Rousseff, AQUI.

O programa aborda o tema da ditadura militar como ninguém nunca fez. Entre os entrevistados, está o homem que participou da operação cuja missão era prender Dilma Rousseff e testemunhou cenas de tortura. O programa traz entrevistas com personagens que participaram de um dos momentos mais sombrios do Brasil: João Lucena Leal, Jarbas Passarinho e Sebastião Rodrigues de Moura, o Coronel Curió.

João Lucena, listado entre os 12 maiores agentes da repressão pelo Grupo Tortura Nunca Mais, conta com detalhes como eram obtidas as confissões, admitindo as torturas em nome do Estado.

Jarbas Passarinho, responsável pela instituição do AI-5, reconstitui como foi o momento em que o governo acabou com a liberdade de imprensa. Já Curió comenta com riqueza de fatos como foi um dos momentos mais obscuros da recente história brasileira: a Guerrilha do Araguaia.

0 comentários:

Postar um comentário