Pages

2 de abril de 2011

RedeTV! ignora manifestação do Cade e segue confiante no contrato com o C13

A RedeTV! mantém a postura adotada desde o início do racha político do futebol e agora ignora a manifestação recente do Cade, que não viu irregularidade no acordo entre Globo e clubes dissidentes. Segundo um dirigente da emissora, a fala do procurador-geral do órgão foi “prematura”.

“Não posso considerar isso como informação do Cade. Não sei como ele conseguiu analisar sem ter a informação do todo. Eles pediram para o Clube dos 13 e a Globo enviarem os contratos para análise. É mesma coisa que um juiz se manifestando sobre o caso antes do julgamento. Ele tem de ter a ciência dos fatos para falar”, disse Kalled Adib, superintendente de operações da RedeTV!, ao UOL Esporte.

O imbróglio ganhou mais um capítulo na última quarta. Gilvandro Araújo, procurador-geral do Cade, disse que não via problemas na negociação separada dos clubes com as emissoras.

Ao mesmo tempo, Araújo deu dez dias para que Globo e Clube dos 13 exibam os contratos assinados ao Cade, que avaliará irregularidades. As partes assinaram um acordo no ano passado que determinou o fim da cláusula de preferência da emissora carioca, entre outras coisas.

O Termo de Cessação de Conduta (TCC) iniciou uma guerra nos bastidores do futebol. A Globo boicotou a licitação montada pelo Clube dos 13 para a TV aberta e, aos poucos, fechou em todas as mídias, por quatro anos, com dez clubes: Grêmio, Cruzeiro, Coritiba, Vitória, Goiás, Vasco, Sport, Santos, Bahia e Corinthians.

O Clube dos 13 viu a RedeTV! levar o contrato como única licitante, pagando R$ 516 milhões anuais por três temporadas. A entidade de Fábio Koff diz ter 15 clubes sob contrato com a RedeTV!.

Seis deles teriam concordado voluntariamente: São Paulo, Atlético-MG, Atlético-PR, Internacional, Portuguesa e Guarani. Flamengo, Botafogo, Vasco, Grêmio, Cruzeiro, Coritiba, Sport, e Vitória assinaram compulsoriamente, já que o Clube dos 13 usou procurações assinadas pelos dirigentes anteriormente para selar o compromisso.

Kalled Adib ainda negou que a RedeTV! tenha a pretensão de entrar com uma denúncia no Cade contra a Globo. Segundo ele, a emissora segue confiante na legitimidade de seu contrato e aguarda um posicionamento oficial do órgão federal. Fonte

0 comentários:

Postar um comentário