Pages

30 de julho de 2011

Volante Ramos dispensado pelo Caxias continua com treinamentos no clube

Foto: Rodrigo Fatturi

O Caxias enfrenta neste domingo, 31 de julho, o Santo André, no Estádio Bruno José Daniel, a partir das 15h, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro - Série C. Durante a semana a equipe grená esteve envolvida em uma polêmica, após à informação de um torcedor que avisou da recente contratação grená, Ramos, estava suspenso pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva).

Na quinta-feira, 21 de julho, o Caxias anunciou a contratação do volante Ramos para a disputa da Série C com contrato até o final do ano. O atleta é do Lajeadense-RS e no ano passado disputou a 3ª Divisão do Brasileiro pelo Brasil de Pelotas. Na segunda-feira, 25 de julho, um torcedor do clube grená descobriu que o atleta foi punido pelo STJD e o jogador não cumpriu toda a suspensão dada pelo tribunal. O atleta tinha sido expulso na penúltima rodada do Brasileiro - Série C, cumpriu 1 suspensão e restou ainda 3.

A direção do Caxias salientou que já conhecia da situação do atleta, entretanto, o jogador Ramos alegou que não havia sido sequer informado do julgamento e não sabia da suspensão. Na terça (26), o clube grená soltou uma nota controversa no site que informava a "dispensa" do jogador que pediu "demissão".

O Caxias na nota informa que vai modificar os procedimentos para não repetir os erros. Logo após a saia justa, a equipe grená anunciou a contratação de dois reforços para a disputa da Série C, o lateral direito Rodrigo Heffner e o volante Mateus Magro.

O técnico do Lajeadense, Benhur Pereira, em entrevista para a Rádio Imembuí de Santa Maria, na quinta-feira (28) disse que a equipe de Lajeado conseguiu por meio de uma advogada a reversão da pena do volante Ramos e ainda confirmou que o jogador está em Caxias do Sul treinando pela equipe grená e pronto pra jogar. A entrevista pode ser ouvida pelo site do Peleia FC.

O comunicado oficial do Caxias, da saída do atleta não está mais no site. Confira na íntegra o que tinha sido escrito:

“A S.E.R. Caxias decidiu na manhã desta terça-feira, em comum acordo com o atleta Ramos, dispensar o jogador, que pediu demissão do clube grená. A partir do episódio ocorrido com o volante Ramos, que, soube-se após a assinatura do contrato, está impedido de disputar três partidas, o clube vai modificar seus procedimentos.

Na avaliação da direção grená, o Caxias sempre confiou nas pessoas, nos clubes com quem negocia, e baseia seus princípios por essa confiança. Desta forma, sempre fez a checagem dos jogadores após a assinatura do contrato, antes de qualquer jogo oficial.

A partir do episódio com o atleta, muda-se a forma de atuar. Todos os jogadores que vierem a compor o plantel da S.E.R. Caxias serão inicialmente checados junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) antes das assinaturas contratuais.”


Na sexta-feira (29), o Brasil de Pelotas foi julgado pelo STJD por ter escalado irregularmente o jogador Cláudio Roberto na partida contra o Santo André, mas ele foi absolvido. O time xavante foi inocentado do caso e não vai perder os três pontos conquistados fora de casa, por causa de uma falha de comunicação da Federação Mineira de Futebol.

0 comentários:

Postar um comentário