Pages

16 de janeiro de 2012

POLÊMICA: Polícia e advogados da Globo no Projac conversam sobre suposto estupro no BBB 12

Foto: Frederico Rozário/Folhapress

Policiais da delegacia da Taquara, na zona oeste do Rio, estão neste momento no Projac conversando com o departamento jurídico da Rede Globo.

Segundo o chefe de investigação da 32º DP, o delegado identificado apenas como Maurício foi ao Projac para falar com a BBB Monique e saber se ela foi realmente estuprada pelo modelo Daniel na noite de sábado para domingo.

"A gente abriu uma investigação para apurar o que foi dito pra gente. Se a Monique falar que não houve nada acabou a investigação. O crime de estupro só é possível quando a vítima eestá inconsciente", disse o chefe de investigação ao "F5".

Monique Amin foi chamada agora há pouco no confessionário, onde respondeu perguntas que não puderam ser ouvidas pelo espectadores.

Monique disse que não lembra de nada nem de ter deitado na cama com o Rafa na cama --o suposto estupro teria acontecido quando ela, Daniel e Rafa dividiam a cama.

"Só se ele foi muito mau caráter de ter feito sexo comigo dormindo", disse Monique.

Ela respondeu ainda com que roupas dormiu. "Não lembro se dormi de shorts, mas acordei sem."

"Lembro de eu acordando e o Daniel em outra cama", contou.

O empresário de Monique divulgou uma nota oficial sobre o caso.

Leia a íntegra

"Sobre o ocorrido na madrugada do dia 15 de janeiro após a festa, a família não tem nada mais a comentar sobre o fato, somente a própria Monique Amin pode falar sobre estes episódios e a mesma irá fazê-lo através de nota oficial na sua saída.

Porém lamento muito o comentário postado no Twitter do sr. Sergio Mattos (agente do BBB Daniel) onde o mesmo de forma irônica escreve "e ela geme dormindo?"

Somente num país onde a cultura machista ainda impera, podemos observar comentários inadequados como este." Fonte

0 comentários:

Postar um comentário