Pages

16 de janeiro de 2013

Campeonato Gaúcho é um dos estaduais mais desvalorizados do Brasil, revela pesquisa

O Campeonato Gaúcho com a participação de 16 clubes estreia neste final de semana. De acordo com uma pesquisa realizada pela Pluri Consultoria, o Gauchão sofreu uma desvalorização no mercado de -7,9% em relação ao estadual de 2012.

Conforme a Pluri, o estudo é uma somatória do valor de mercado dos jogadores de seus respectivos elencos profissionais, o que não inclui o valor da marca, qualquer outro tipo de ativo físico tangível, intangível, ou direitos a receber de qualquer natureza.

Apesar da desvalorização, o Campeonato Gaúcho é o terceiro estadual mais valioso do Brasil, ao faturar R$ 448,7 milhões (€ 195 milhões). O Grêmio (€ 70,4 milhões) é a equipe mais valiosa do Rio Grande do Sul, segundo o estudo da Pluri Consultoria.

A pesquisa foi realizada em 20 das 27 Unidades de Federação. No total, 237 clubes e
cerca de 7 mil jogadores estarão envolvidos nas competições estaduais, com elencos que em sua totalidade valem cerca de R$ 3,8 bilhões; 2,4% a mais do que em 2012.

Abaixo mais alguns destaques revelados pela pesquisa:

O estado São Paulo tem o campeonato mais valioso, com 20 equipes que, somadas, tem valor de mercado de R$ 1,1 bilhão. A seguir aprecem Rio de Janeiro (€ 289 milhões), Rio Grande do Sul (€ 195 milhões) e Minas Gerais (€ 169 milhões) e Paraná (€ 94 milhões).

O Santos permanece como o elenco mais valioso, tanto do Campeonato Paulista como do Brasil como um todo: € 125,2 milhões (R$ 326 milhões);

O atleta Neymar também permanece como o jogador mais valioso do Campeonato Paulista e do Brasil: € 55 milhões (R$ 144 milhões);

O Campeonato Mineiro é o destaque de valorização, com alta de 18,7% no valor dos elencos dos clubes participantes, em função do fortalecimento de Atlético e Cruzeiro;

A disputa da Copa do Nordeste influenciou na formação de elencos mais fortes em 2013, com valorização de todos os campeonatos Estaduais da Região. A Bahia permanece com o campeonato mais valorizado (€ 64,4 milhões), seguido de perto por Pernambuco (€ 60,3 milhões).

Entre os times, o Bahia aparece como o mais valioso da região (€ 23 milhões);

O desequilíbrio é a marca dos Estaduais, e ajuda a explicar sua baixa atratividade. Na média, o clube mais valioso de cada Estado tem valor de mercado equivalente a 31% de todo o campeonato. Mas há casos mais agudos, como Minas Gerais, onde o Atlético Mineiro, sozinho, vale cerca de 41% do valor total de todos os clubes participantes;

Os 5 Estados com maior valor de mercado respondem por 74% do total dos 20 Estados analisados. Por outro lado, os 5 Estados com menor valor ficam apenas 4% do total.

Os Campeonatos do Amapá, Acre, Roraima, Rondônia, Amazonas, Maranhão e Tocantins não entraram na lista, pois devem ter início somente em fevereiro e março.

(Clique na imagem para ampliar)

0 comentários:

Postar um comentário