Pages

18 de janeiro de 2013

Jornalista da TV Record deve pagar R$ 20 mil a diretor da TV Globo

A Justiça do Rio de Janeiro manteve nesta semana a sentença que condenou o jornalista Rodrigo Vianna, da TV Record, a indenizar o diretor-geral de Jornalismo e Esporte da TV Globo, Ali Kamel, por dano moral. Cabe recurso contra a decisão.

Entre 2009 e 2010, Vianna publicou em seu blog textos sugerindo que Kamel teria feito um filme pornográfico na década de 1980. Um longa de 1984, "O Solar das Taras Proibidas", tinha em seu elenco um ator chamado Alex Kamel, que não é o jornalista da Globo.

Processado, Vianna foi condenado, em julho passado, a pagar R$ 50 mil a Ali Kamel, e recorreu da decisão. Na última terça-feira, a 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio acolheu parcialmente o recurso, mas apenas para reduzir a indenização por danos morais para R$ 20 mil -a condenação foi mantida.

Kamel afirmou que a decisão do Tribunal de Justiça mostra que seus advogados provaram que "o réu difundiu informações falsas e sem base na realidade". Ele não deve recorrer para aumentar o valor da indenização.

A defesa de Vianna disse que recorrerá para tentar anular a condenação. "Nunca afirmei ou informei que Kamel era ator pornô", disse o blogueiro. Ele criticou a juíza de primeira instância por, segundo diz, não ter permitido que testemunhas fossem ouvidas no processo. Fonte

0 comentários:

Postar um comentário