Pages

14 de janeiro de 2013

Planeta Atlântida atrai público abaixo de 18 anos

Foto: Marcos Nagelstein / Preview.com

É impossível não se surpreender em uma primeira visita ao Festival Planeta Atlântida com a grande quantidade de adolescentes que frequentam o evento. Ao contrário do que acontece em outros festivais espalhados pelo Brasil, a grande maioria do público é formado por menores de 18 anos.

“Este é realmente nosso objetivo”, explica Flávio Steiner, diretor de eventos do grupo RBS, responsável pela realização do Planeta Atlântida tanto em Florianópolis como em Porto Alegre. Segundo ele, a as decisões são tomadas pensando neste público e os patrocinadores do evento são atraídos por isto também – mais de 50% dos frequentadores são menores de idade.

Uma primeira observação do line-up já demonstra isso. Por mais que as atrações sejam diversas – desde Claudia Leitte a ConeCrew – os nomes quase todos têm em comum a proximidade com um público mais jovem, e, por consequência, uma presença maior em estações radiofônicas. Charlie Brown Jr, por exemplo, é presença constante no festival (assim como o Jota Quest, que no entanto não esteve na edição catarinense neste ano), e a banda de Chorão continua sendo a mais solicitada pelo público em enquetes pelas redes sociais.

Por isso todas as atrações têm apelo junto ao público. Mesmo aquelas como Racionais MCs e Planet Hemp, que embora não tenham por determinados motivos presença cativa na grande mídia geram interesse e curiosidade dos mais jovens. A estratégia é inquestionável, já que o festival mantem-se por anos com a fórmula bem-sucedida, mas às vezes pode gerar situações constrangedoras como um show do Sorriso Maroto após apresentação do Raimundos. Fonte

0 comentários:

Postar um comentário