Pages

18 de março de 2013

Campeonato Gaúcho é desvalorizado pela televisão

Um dos principais campeonatos de futebol do Brasil, o 11º estadual de média de público por jogo, o Campeonato Gaúcho sofre nas mãos da televisão.

Neste fim de semana o jogo Grêmio x Lajeadense não passou na operadora Sky. Conforme uma das desculpas da tv por assinatura para os assinantes, é que houve uma determinação e acordo da FGF (Federação Gaúcha de Futebol) para não transmitir as partidas, entretanto, a operadora NET passou normalmente os jogos pelo PPV (Pay-Per-View).

O Campeonato Gaúcho é tão desvalorizado pela televisão, que os jogos fora de casa da dupla Ca-Ju, que são as maiores forças do futebol gaúcho, depois da dupla Gre-Nal, não passam mais no PPV. De acordo com o Chefe de Esportes da RBSTV e TVCOM, Gustavo Manhago, em uma pergunta feita por mim no twitter (AQUI) no início deste ano, esta é uma escolha do PPV em não transmitir as partidas fora de casa do Caxias e Juventude, além da TVCom transmitir apenas uma partida do estadual por rodada. "Decisão do PPV. E a TVCom, por contrato, só tem direito a 1 jogo por rodada até as quartas.

Normalmente as transmissões da TVCOM (emissora comunitária da RBS TV) são por serviço especial (popular "tubo", sem a presença do narrador e comentarista no Estádio), prejudicando assim a cobertura do evento e a qualidade.

A crise do futebol gaúcho dentro de campo com pouca qualidade das partidas, e fora dele com ingressos caros, entre outros problemas, já se reflete no baixo público conforme pesquisa revelada pela Pluri Consultoria (confira AQUI e AQUI).

A Federação Gaúcha de Futebol enfrenta fortes dificuldades ou até mesmo vontade pra mudar esta situação dos clubes, principalmente das equipes do interior que querem continuar na atividade, principalmente durante os 12 meses do ano.

----

Nota da Federação Gaúcha de Futebol

Em face das inúmeras reclamações acerca de problemas havidos na transmissão de TV da partida entre GRÊMIO X LAJEADENSE (16/03/2013), notadamente pela operadora SKY, cabe a FGF esclarecer que tais problemas foram de responsabilidade exclusiva da operadora, sem qualquer ingerência ou interveniência da FGF, tanto assim que as demais operadoras efetivaram a transmissão normalmente.

0 comentários:

Postar um comentário