Pages

14 de maio de 2013

Internet é a mídia mais importante para 88% dos brasileiros, informa pesquisa


Foto: Comunique-se Educação

Televisão (55%), jornais (44%), rádio (29%) e revistas (24%) já não são mais a preferência da maioria dos brasileiros. A internet é considerada a mídia mais importante para 88% das pessoas, de acordo com a segunda edição da pesquisa “Brasil Conectado – Hábitos de Consumo de Mídia 2013”, realizada pela comScore e pelo Interactive Advertising Bureau (IAB Brasil) com mais de duas mil pessoas.

Em um ano, o acesso à internet via smartphones avançou dez pontos percentuais. Em 2012, 42% dos brasileiros usavam a web por meio dos aparelhos móveis. Neste ano, o índice subiu para 52%. A maior parte deles, 37%, navegou durante 14 horas por semana, ou seja, média diária de duas horas. Segundo o estudo, pessoas com menos de 35 anos são mais propensas a usar a internet em smartphones, preterindo o uso de tablets. Desktops e laptops são mais usados para acessar a internet, porém os jovens preferem smartphones, tablets e consoles de videogame.

O acesso à internet é feito majoritariamente em casa pela manhã (58%) ou à noite (65%), via desktop. Quando o uso da internet é feito em casa, mas em dispositivos móveis, o percentual cai para 22% (durante a manhã) e 25% (à noite). No trabalho, a internet é acessada por 43% das pessoas em desktops ou laptops e por 22% dos entrevistados em smartphones ou tablets.

A internet móvel afeta a relação das pessoas com conteúdos produzidos e veiculados pela televisão. De acordo com a pesquisa, 73% dos espectadores navegam pela web enquanto assistem TV, mas praticamente todos (94%) prestam atenção igual ou maior à internet. Entre os que usam notebooks, a grande maioria (56%) faz atividades online não relacionadas às atrações que estão acompanhando na TV. Quando a navegação é feita por celulares (48%) e por tablets (47%) o percentual cai, pelo menos, oito pontos percentuais.

A pesquisa revela que 85% dos pesquisados usam a internet mais de uma vez por dia, número bastante acima em comparação aos telespectadores, já que 60% assistem TV, pelo menos, duas vezes ao dia.

Publicidade
O levantamento mostra que a publicidade digital é considerada mais efetiva e criativa que as campanhas feitas no meio televisivo. A propaganda feita em plataformas online é menos incômoda que a veiculada na TV (32% contra 18%), mais informativa (50% contra 21%) e, ao mesmo tempo, mais evidente (45% contra 36%). Para o vice-presidente executivo do IAB Brasil, Marcelo Lobianco, o resultado mostra a tendência do mercado e o impacto da publicidade online. “O fato de que 84% dos participantes afirmam já ter comprado algum produto online, seja por meio de computador, laptop, smartphone ou tablet, demonstra que o brasileiro está perdendo o ‘medo’ de utilizar a internet para ações além de navegar e acessar redes sociais”. Fonte

0 comentários:

Postar um comentário