Pages

20 de fevereiro de 2014

A crise da dupla Ca-Ju sem comando no futebol

Fotos: Divulgação

A temporada de 2014 tinha tudo para começar bem para os times de Caxias do Sul, inicialmente na disputa do Gauchão, e posteriormente na Série C do Brasileirão.

O Caxias que por detalhes não subiu para a Série B no ano passado, e o Juventude que havia subido de divisão também em 2013, criaram muitas expectativas para os seus respectivos torcedores, e até contrariando o que os mesmos pensavam nesta nova temporada.

A equipe grená tinha renovado por mais uma temporada o técnico Picoli, e a torcida não queria.

O time alviverde em um grande momento de uma "futura" nova parceria teve a indicação do empresário Gilmar Veloz para que Geraldo Delamore comandasse o Juventude nesta temporada, e o torcedor desde o início também não aprovou.

A dupla Ca-Ju surpreende negativamente no Campeonato Gaúcho até então, com uma campanha pífia para a grandeza dos dois clubes no estado. Cada um venceu apenas dois jogos em oito disputados, e estão muito longes da dupla Gre-Nal, que são os líderes de seus grupos.

Há uma semana do maior clássico do interior gaúcho que vai ser realizado na quarta-feira (26), os times de Caxias do Sul vivem uma crise que eles próprios criaram, e agora sofrem com a dificuldade para reverter esta fase.

Este não é um momento de invenção no futebol tanto para o Caxias, como para o Juventude; e sim de começarem a pensar no resto da temporada com as atletas que estão em mãos, e é preciso de novas contratações? Isso é mais que o óbvio.

Contudo, as direções tem que resolver os problemas internos, porque é o que parece estar acontecendo com os inúmeros problemas e desgastes que influenciam dentro das quatro linhas. Se não mudar logo no começo de 2014, o final do ano não parece que vai ser bom; mas isto é preciso que mude o quanto antes, para o bem do futebol da cidade.

Por: Ivan Sgarabotto

0 comentários:

Postar um comentário