Pages

13 de julho de 2014

Cerimônia de transferência discreta da Copa do Brasil para a Rússia

Foto: Getty Images

Como um gesto simbólico antes da Final da Copa do Mundo da FIFA no Rio de Janeiro, a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o presidente da FIFA, Joseph S Blatter, reuniram-se para uma cerimônia de passagem da Copa do Mundo da FIFA de 2014 para 2018.

Hoje os olhos do mundo ainda estão sobre o Brasil, mas com o apagar das luzes após este que tem sido um torneio memorável, o foco em breve mudará para 2018, enquanto o maior país do mundo se prepara para sediar pela primeira vez o principal evento de futebol do planeta.

A cerimônia ocorreu no interior do icônico Estádio do Maracanã. O presidente da FIFA, Joseph S. Blatter, apresentou um certificado já assinado para marcar a transferência de sede do Brasil para a Rússia, enquanto a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, e o presidente da Rússia, Vladimir Putin, receberam bolas oficiais da partida autografadas.

"A Copa do Mundo da FIFA no Brasil apresentou uma mensagem muito especial – uma mensagem de união, conectando as pessoas, uma mensagem de paz e antidiscriminação”, disse o presidente da FIFA. “A Copa do Mundo em 2014 foi de muito sucesso e certamente veremos um legado neste país. Ao mesmo tempo, a responsabilidade agora cabe ao próximo país-sede e estou confiante de que a Rússia vai assumir essa responsabilidade e também realizar uma maravilhosa e inesquecível Copa do Mundo em 2018."

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, acrescentou: “O Brasil se orgulha muito por ter sido mais uma vez palco da maior celebração do futebol do mundo. Nos últimos 30 dias, o mundo esteve conectado ao Brasil, celebrando gols com muita emoção nas 12 sedes e fazendo desta a Copa das Copas. Estou certa de que todos os que vieram ao Brasil, como os turistas e as delegações, levarão de volta as lembranças da nossa hospitalidade e alegria, e nós, brasileiros, também teremos memórias inesquecíveis. Desejo ao povo russo muito sucesso na organização da Copa do Mundo da FIFA 2018.”

“Quero parabenizar a presidente Dilma Rousseff pela forma como o trabalho foi organizado”, completou o presidente da Rússia, Vladimir Putin. "O futebol ajuda a solucionar problemas sociais. Nossa tarefa é criar as melhores condições para treinadores, jogadores, especialistas e torcedores. Sou grato ao presidente Blatter e seus colegas da FIFA pela honra de organizar a Copa do Mundo. Faremos tudo o que pudermos para organizar o evento no mais alto nível.”

A Rússia sediará o primeiro grande evento da Copa do Mundo da FIFA 2018 em julho do ano que vem em São Petersburgo, quando o caminho para a classificação das associações-membro da FIFA será definido no Sorteio Preliminar.

Com informações da FIFA

0 comentários:

Postar um comentário