Pages

10 de julho de 2014

TSE divulga estimativa do tempo de propaganda de candidatos à Presidência da República

Foto: Nelson Jr./ASICS/TSE

A coligação de nove partidos que apoiam a candidatura da presidente Dilma Rousseff à reeleição – PT, PMDB, PSD, PP, PR, Pros, PDT, PC do B e PRB – proporcionou à petista quase o dobro do tempo que Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB), juntos, no horário eleitoral no rádio e na televisão. Sozinha, ela ficará com 47,2% dos 25% minutos exibidos em cada bloco.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta quinta-feira uma tabela com a distribuição do tempo. Dilma terá 11 minutos e 48 segundos.

A aliança de Aécio também inclui nove legendas, mas a maior parte delas são nanicas. Com isso, ele terá 4 minutos e 31 segundos em cada bloco. Eduardo Campos, com seis partidos, terá apenas 1 minuto e 49 segundos.

O PSC, do candidato Pastor Everaldo, ficou com 1 minuto e 8 segundos. O PV, que lançou Eduardo Jorge à Presidência, terá 1 minuto e 1 segundo. A candidata Luciana Genro do PSOL vai ter 51 segundos, José Eymael (PSDC) com 47 segundos, e os demais candidatos com 45 segundos: Levy Fidélix (PRTB), Zé Maria (PSTU), Mauro Iasi (PCB) e Rui Pimenta (PCO).

O cálculo usado na divisão do tempo de TV, que leva em conta o tamanho da bancada de cada partido na Câmara dos Deputados, também será aplicado para estabelecer a quantidade de inserções diárias de 30 segundos a que os candidatos têm direito fora do horário eleitoral, durante os intervalos comerciais.

A propaganda eleitoral no rádio e na TV começa em 19 de agosto. Caso haja segundo turno, os 20 minutos do horário eleitoral serão divididos igualmente entre os candidatos.

Com informações da Veja

0 comentários:

Postar um comentário