Pages

8 de agosto de 2014

RS firma parceria com grupo chinês para impulsionar comércio no setor de alimentos

Foto: Divulgação/SPDI

O Governo do Estado e o grupo chinês Casic Shenzhen firmaram parceria para a criação de uma plataforma sino-brasileira de facilitação do comércio e investimento entre o Brasil e a China, tendo o Estado do Rio Grande do Sul e a província de Shenzhen como pontos focais. A assinatura da carta de intenções ocorreu nesta semana, na China, pelo presidente do Badesul, Marcelo Lopes, e pelo vice-presidente da empresa chinesa, Lan Bin.

O objetivo é ampliar e qualificar o processo de comércio e investimento entre os dois países. A plataforma deverá articular os fornecedores brasileiros, inicialmente do setor de alimentos, para atenderem a demandas identificadas pelos parceiros chineses. O foco será o desenvolvimento conjunto de alimentos processados adequados ao mercado chinês.

Os asiáticos desenvolverão os canais de distribuição no País, incluindo plataformas eletrônicas do tipo B2B e B2B2C. Ou seja, facilitarão o credenciamento dos fornecedores gaúchos para exportação direta, pois atualmente o comércio e realizado por atravessadores de Hong Kong.

Para operacionalizar o negócio, será criada uma joint-venture entre os gaúchos e chineses, sendo que cada sócio deterá 50% das ações da empresa. A plataforma prevê a inclusão de serviços financeiros em seu portfólio, que serão providos pelo Badesul e Banrisul.

Em julho deste ano, o governo gaúcho definiu os parceiros fundadores da plataforma: além dos bancos Badesul e Banrisul, integram o projeto as cooperativas Piá, Languiru, Cosulati e Ecocitrus. Novas cooperativas poderão aderir ao projeto, em função da demanda chinesa por alimentos.

Segundo o presidente do Badesul, "este movimento é fundamental para que se possa agregar valor ao que é exportado para a China. Atualmente, 80% da pauta gaúcha de exposrtações é composta por grão de soja e tabaco".

A parceria foi definida durante reuniões com o governo de Shenzen, representado pelo diretor geral da Economy Trade and Information Comission (órgão equivalente à Secretaria de Desenvolvimento e Promoção do Investimento), Gao Lin, que indicou a empresa Casic como parceira do projeto da plataforma.

Em outubro, uma delegação de Shenzhen virá ao Rio Grande do Sul para assinar um memorando de entendimento entre os dois estados, após a definição final das características do modelo de negócios.

Este projeto está no escopo da missão que o governo gaúcho realiza na China até a próxima terça-feira (12), que visa concretizar projetos em fase final de definição. Além do presidente do Badesul, participam da missão o presidente da Procergs, Carlson Aquistapasse, a coordenadora da Área Internacional da SDPI, Mariela Klee, o secretário do Desenvolvimento de Canoas, Mário Cardoso, o diretor do Tecnopuc, Maurício Testa, e o presidente da Digistar, Oldemar Brahm.

Com informações do Governo do Estado

0 comentários:

Postar um comentário