Pages

14 de novembro de 2014

A despedida do comunicador Lauro Quadros

Foto: Divulgação

O programa Polêmica, da Rádio Gaúcha, foi ao ar pela última vez nesta manhã de sexta-feira, 14, em uma edição totalmente dedicada ao seu apresentador titular, Lauro Quadros, que anunciou sua aposentadoria. Depoimentos de ouvintes, diretores do Grupo RBS, amigos, familiares e algumas das memórias do comunicador em 55 anos de profissão preencheram a uma hora e meia de duração do programa. Desde agosto, quando saiu em férias, Lauro, que está com 75 anos, não apresentava o Polêmica. Teve diagnosticada uma enfermidade no globo ocular, descolamento de retina, e passou por tratamento, mas, segundo ele, foi a vontade de passar mais tempo ao lado da família que o levou à decisão de deixar o rádio.

Jayme Sirotsky, Nelson Sirotsky e Eduardo Melzer - presidentes emérito, do Conselho de Administração e executivo do Grupo RBS, respectivamente – foram alguns nomes que compartilharam suas lembranças e percepções sobre o apresentador. “Lauro teve sabedoria em começar um novo ciclo. E ao fazer isso, abre espaço para uma nova geração de comunicadores, assim como eu abri espaço para o Duda”, afirmou Nelson. Que chegou a atuar como repórter de Lauro: em setembro de 2001, Nelson estava em Nova Iorque quando houve o ataque às torres gêmeas e descreveu o estado de pânico que tomou conta da população. “Te admiro como um cara diferenciado e agradeço a oportunidade que tive de conviver contigo”, disse o presidente do Conselho da RBS, e ainda devolveu uma brincadeira de Lauro: “Como me perguntaste uma vez, vou perguntar agora pra ti: como é que anda o sexo?”.

Duda, por sua vez, definiu o comunicador como um amigo, “referência para toda a Comunicação do Estado e do País”. “Quero desejar que o teu trabalho continue servindo de inspiração a todos os teus colegas. Independente da mudança de ciclo, a gente vai estar sempre contigo”, acrescentou Duda.

Colegas de trabalho como David Coimbra, Daniel Scola, Sabrina Thomazi – que substituiu Lauro no Polêmica nos últimos meses – e Cyro Martins, gerente de Jornalismo da Rádio Gaúcha, além de familiares, que acompanhavam o programa do estúdio, também foram convidados a dar seus depoimentos. Após o programa, na redação da Gaúcha, Lauro também foi homenageado com o Troféu Guri, concedido pela emissora. A distinção objetiva valorizar personalidades ligadas ao Estado que se destacam em suas atividades e contribuem para a promoção do Rio Grande do Sul no Brasil e no mundo.

Lauro foi o comunicador que por mais tempo comandou um mesmo horário na história da Gaúcha – foram 19 anos, sendo 14 anos no Programa Lauro Quadros e 15 no Polêmica. Com sua saída, a partir de segunda-feira, 17, o Gaúcha Atualidade ganhará mais meia hora de duração. A partir das 10h, estreia o talk show Timeline Gaúcha. Comandada por David Coimbra, Kelly Matos e Luciano Potter, a atração tem a proposta de informar os ouvintes de forma direta e pessoal.

Com informações do Coletiva.net

0 comentários:

Postar um comentário