Pages

7 de janeiro de 2011

Mendigo se torna celebridade depois de morar dez anos nas ruas dos EUA


Um americano que viveu uma década nas ruas, pedindo esmolas, ganhou a chance de dar a volta por cima. E foi graças a um talento enorme que ele possui, Heraldo. Vamos ver na reportagem da nossa correspondente Elaine Bast.

Uma cena comum em grandes cidades: um pedinte em uma esquina. O cartaz dizia: "Deus me deu o dom da voz". Um repórter se interessou pela história. Decidiu fazer um teste e gravou tudo: "Diga alguma coisa”, disse o jornalista.

A frase improvisada pelo pedinte era uma chamada para uma estação de rádio. E o vozeirão gravado no vídeo foi parar na internet nesta segunda-feira e teve mais de doze milhões de acessos.

Do dia pra noite o mendigo se tornou uma celebridade nos Estados Unidos. Ted Williams, de cabelo cortado e agora conhecido como o "homem da voz de ouro", é disputado por programas de TV.

Num programa de rádio, ao vivo, Ted recebeu ofertas de dinheiro e várias de emprego de pessoas emocionadas com a história dele. Um dos convites veio de um time de basquete da Liga Profissional dos Estados Unidos, para ser a voz que apresenta a equipe antes dos jogos.

Até o início desta semana, Ted Williams morava em uma barraca improvisada perto da rua. Foi em uma área humilde de Nova York que cresceu Ted Willians. Com 14 anos, ele decidiu que queria seguir a carreira de locutor de radio.

Chegou a trabalhar profissionalmente e teve até certo sucesso, mas perdeu tudo por causa da bebida e das drogas. Abandonou a família, os filhos e chegou a ser preso por furto e roubo. Foram anos difíceis.

"Ele perdeu o emprego, destruiu a família com as drogas”, disse a mãe dele em uma entrevista. "E quando começaram a falar do homem com a voz de ouro, perguntei: ‘Quem é?’ ‘É seu filho’, responderam”, conta.

Ted Williams ficou dez anos mendigando nas ruas da cidade de Columbus, no estado de Ohio, e diz que há dois anos não usa mais drogas. "As minhas maiores preces foram para que minha mãe vivesse o suficiente para me ver tendo uma segunda chance, porque ela não me criou para ficar segurando um cartaz", disse Williams.

Agora, ele tem a oportunidade de mudar de vida.

Fonte

0 comentários:

Postar um comentário