Pages

13 de fevereiro de 2011

RedeTV! diz não estar à venda "em hipótese alguma"

Após meses de especulação e rumores sobre um suposto racha entre seus sócios, e de que teria 30% de sua composição prestes a ser vendida, a RedeTV! finalmente se pronunciou oficialmente sobre o assunto, na última quinta-feira (10).

A emissora negou "com veemência" que seus dois sócios estejam rompidos (que sequer tenham brigado) e rechaçou rumores de que estaria prestes a ser vendida ou ter sua composição acionária modificada.

"Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho não estão brigados e têm se reunido durante a semana, ocupados com as mudanças internas e a nova programação." A declaração é do diretor de Comunicação da RedeTV!, Caetano Bedaque.

No último fim de semana, a revista "Veja", na coluna Radar, informou em nota que o banco Pactual teria sido orientado por Marcelo de Carvalho a procurar um comprador para seus 30% na RedeTV! Carvalho nega. Ele diz que o Pactual é seu banco de investimento de fato e "advisor" (conselheiro econômico), mas afirma que jamais deu tal orientação. E por um único motivo, segundo ele: "Não é preciso. O que não faltam é pretendentes", ironizou.

Somente esta semana, segundo Ooops! apurou, Carvalho recebeu outras duas propostas e, mais uma vez, não se interessou por nenhuma. Segundo ele próprio disse a esta coluna, recentemente, desde que fundou a emissora com Dallevo "ambos recebemos dezenas" de propostas de compra". Mas ressalva: "Até hoje não vi uma única que me interessasse." Ele declara que "jamais" recebeu qualquer proposta de seu sócio pelas ações, tampouco.

Pelo acordo acionário original entre Dallevo e Carvalho, um sócio não pode obrigar o outro a se desfazer de suas ações, e tampouco demitir o outro de suas funções. O documento prevê também que nenhuma decisão de porte na RedeTV! pode ser tomada sem a assinatura de ambos os sócios. Para efeito de detalhe, adendo recente a esse documento também passou a obrigar a sociedade a gastar cerca de US$ 60 milhões anualmente "só em tecnologia".

Histórico dos rumores
Nas semanas anteriores à nota da "Veja", colunistas e blogueiros (alguns, funcionários da Rede Record) divulgaram notas sobre suposta briga entre Carvalho e Dallevo, e que este último, inclusive, teria se oferecido para comprar a parte do sócio. Também houve notas dando conta de que Luciana Gimenez, mulher de Carvalho, iria para a "geladeira" até o final de seu contrato (2013). Também foram dadas notas apontando que Daniela Albuquerque, mulher de Dallevo, estaria "dando as cartas" na emissora, provocando "uma crise".

Segundo Ooops! apurou, a direção da RedeTV! acredita que os rumores são produzidos simplesmente para tumultuar, ou então como tentativa de enfraquecer a emissora, cujo atual valor de mercado está em cerca de R% 1,6 bilhão. O ibope, embora esteja em ascensão (+ 50% nos últimos dois anos), ainda é muito modesto: 2 pontos. Porém, o perfil principal do público é a classe AB

Nova programação
Aparentemente, o canal finalmente decidiu investir no público infantil em 2011, pois acaba de assinar um acordo com o Nickleodeon. Ela comprou um pacote de mais de 500 desenhos, além de um reality show e outros acordos de transmissão.

A emissora também deve continuar a investir em esportes (campeonatos europeus) e vai fazer uma oferta para transmitir a série A do Brasileiro. Fonte

0 comentários:

Postar um comentário