Pages

24 de maio de 2011

Governo paga despesas, e América-MG poderá jogar em MS contra o Inter

Foto: Site Máquina do esporte

O confronto entre América-MG e Internacional, agendado para 5 de junho, válido pela primeira divisão do Campeonato Brasileiro, deveria acontecer na Arena do Jacaré, em Minas Gerais, mas há grande possibilidade de que seja efetuado em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, por interesse do poder público local.

O time mineiro foi convidado a desperdiçar a presença da torcida mineira em troca do pagamento de todas as despesas oriundas da organização da partida, mais uma taxa considerada "interessante" pelo clube mineiro, embora valores não tenham sido revelados. O clube aguarda apenas o sinal positivo da CBF para confirmar a ida.

"O América-MG está em posição desconfortável em relação à arrecadação, e precisamos ser criativos para superar as dificuldades", avalia Olímpio Naves, responsável por gerir o marketing da equipe. O dirigente, agora, pretende fazer pequena campanha de conscientização da torcida, para evitar efeito negativos em casa.

"É evidente que não levaremos todos os jogos importantes para fora do Estado, mas nossa torcida, se quiser que façamos um bom papel, se quiser que nos mantenhamos na primeira divisão, terá de entender que em alguns momentos precisaremos disso", acrescenta Naves. Se a equipe vencer, diz ele, não haverá problemas.

A cidade de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, possui cerca de 787 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sendo a 14ª maior área urbana do Brasil até 2010. Fundado em 26 de agosto de 1899, há quase 112 anos, o município foi colonizado justamente por mineiros. Fonte

0 comentários:

Postar um comentário