Pages

15 de julho de 2011

Emissora afilidada da TV Globo continua com problemas internos em Sergipe

Foto: Divulgação

A TV Sergipe, emissora afiliada da Rede Globo ainda enfrenta uma forte crise interna entre os profissionais do canal sergipano com o novo diretor Roberto Gonçalves que entrou no lugar do contestado Paulo Roberto em abril deste ano.

Os funcionários da TV Sergipe no dia 04 de abril em protesto, decidiram parar as atividades e não colocaram no ar o telejornal 'Bom Dia Sergipe', no lugar do programa local exibiriam o 'Bom Dia Pernambuco'. O protesto dos funcionários da afiliada da Globo ocorreu devido à constante demissão de colaboradores e mudanças nos contratos dos profissionais. "Foram 42 demissões ao todo." informa George Washington, presidente do sindicato dos jornalistas de Sergipe.

Para o protesto da crise interna ganhar uma projeção maior, os funcionários da TV Sergipe criaram um perfil no twitter @salveatvse e todos os movimentos e problemas da emissora são relatados nele.

O superintendente e diretor da TV Sergipe, Paulo Roberto Siqueira, foi demitido no dia 15 de abril, após uma grande mobilização dos profissionais da emissora afiliada da Globo, diante do forte clima de terrorismo constante dentro da empresa criado por ele.

O diretor de jornalismo da TV Sergipe, Roberto Gonçalves, também contestado pelos profissionais da afiliada da Globo, entrou no lugar de Paulo Roberto, entretanto, ambos são acusados de promover assédio moral na emissora sergipana. De acordo com o twitter @salveatvse os problemas persistem desde a mudanças da direção. "Diretor de jornalismo proibe a entrada de motoristas/assistentes na redação. Paulo Siqueira foi demitido, mas deixou um aluno formado em crueldade."

Ainda conforme o relato no microblog, funcionários continuam a sair da emissora e a emissora não paga mais hora extra. "Lamentável perder profissionais qualificados e reconhecer que a qualidade do jornalismo da TV SE é cada dia inferior. Vejam agora: para não pagar hora extra ao repórter, TV SE coloca entrevistado com o suporte de microfone."

Conforme os profissionais da emissora afiliada da Globo de maior audiência no estado de Sergipe, eles estão mobilizados pelo respeito aos trabalhadores e à história da TV Sergipe. "Somos uma equipe: Repórter, cinegrafista e assistente. Queremos ser respeitados como um todo!"

0 comentários:

Postar um comentário