Pages

20 de fevereiro de 2012

Caxias do Sul na passarela do sambra evolui no carnaval 2012

Foto: Graziela Oliveira

11 mil foliões curtiram o carnaval de Caxias do Sul nas duas noites da festa na rua Sinimbu neste fim de semana. O público de seis mil no sábado (18) de muito calor e cinco mil no domingo (19) de chuva, contagiou a maior festa cultural do país, numa cidade que tinha perdido o ritmo da folia.

Muitos problemas permanecem como a falta de cumprimento de horários, falta de informações sobre as entidades, escolas que não cumprem o número mínimo de componentes exigidos no regulmaneto e o trator que insiste em desfilar no 'sambódromo' da Sinimbu.

Por outro lado, tem que se elogiar o envolvimento e esforço dos foliões em querer que a festa caxiense cresça, mesmo com a falta de verbas ou com o pouco dinheiro no caixa, fantasias bem produzidas e carros alegóricos muito bem elaborados.

Foto: Andréia Copini

Diversas escolas surpreenderam e assim a partir do próximo ano com a criação do Grupo Especial e do Grupo de Acesso, o carnaval da cidade finalmente entra na passarela com a cabeça voltada para a alegria do público e muito samba no pé.

Das 11 escolas inscritas para desfilar, apenas 10 entraram na 'quadra' caxiense. A Unidos do Centenário não desfilou porque dois ônibus que traziam componentes de Porto Alegre colidiram, e assim a escola não conseguiu alcançar o número mínimo de pessoas para participar.

As 10 escolas que participam neste ano foram XV de Novembro, Imperatriz do Vale, Unidos da Zona Norte, Protegidos da Princesa, Mancha Verde, São Vicente, Pérola Negra, Unidos da Tia Marta, Nação Verde e Branco e Incríveis do Ritmo.

A apuração das notas ocorre nesta segunda-feira, 20, na Casa da Cultura, a partir das 14h. As seis primeiras colocadas a partir de 2013 passam a integrar o Grupo Especial (1ª divisão) e as demais escolas ficam no Grupo de Acesso (2ª Divisão).

Dois representantes de cada escola vão poder acompanhar os resultados, além da imprensa e equipe de apoio da Liga Carnavalesca.

As escolas foram avaliadas em 10 quesitos: tema enredo, comissão de frente, samba enredo, fantasia, alegoria e adereços, bateria, harmonia musical, mestre sala e porta bandeiras, evolução e conjunto.

Além da pontuação de cada quesito, a nota final pode sofrer alteração por penalidades previstas no regulamento, como por exemplo, ultrapassar o tempo de desfile, que era de 50 minutos, não apresentar número mínimo de integrantes por alas, entre outras.

Os 30 jurados (três para cada quesito) que avaliaram as escolas, vieram de Pelotas.

0 comentários:

Postar um comentário