Pages

28 de fevereiro de 2012

Redetv! a emissora que mais cresce em crise no país vende metade da programação

A soma total de conteúdo dedicado a igrejas evangélicas, entidades, programas de televendas veiculado pela RedeTV corresponde a 49,16% de toda a programação da emissora, revela levantamento elaborado por Meio & Mensagem a partir da grade divulgada pela emissora entre os dias 17 e 23 de fevereiro.

Ao todo, foram vendidas 82,5 horas durante os sete dias da semana para clientes como Igreja Internacional da Graça de Deus (missionário R.R. Soares), Nestlé, Super Papo (serviço telefônico de chat), Igreja Presbiteriana, Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo (pastor Silas Malafaia), Igreja Bola de Neve, Ultrafarma, Apeoesp, entre outros.

A prática não é regulamentada e bastante controversa, mas garante um faturamento fixo mensal que tende a se tornar cada vez mais importante para a sobrevivência da emissora, em crise. A prática também é comum na Record, na Bandeirantes, na Rede21 (Band), CNT e TV Gazeta e se repete em afiliadas Brasil afora.

Conteúdo próprio

De conteúdo próprio, a RedeTV mantém 29,07% para entretenimento (onde incluem-se as maiores audiências da casa, como o Pânico na TV, recente perda da emissora para a Bandeirantes, e o Superpop, Hebe, TV Fama e o Encantador de Cães); e 9,38% para jornalismo. Esportes (incluídas as transmissões de campeonatos europeus) ocupam 9,22%; programas infantis têm 2,03% e ficção e seriados têm 1,14%.

Sábado é o dia da semana com a grade de programação mais comprometida. Ao todo, mais de 14 horas são destinadas à veiculação de conteúdo dessas parcerias comerciais, com destaque para as igrejas, que ocupam cerca de oito horas de programação do canal. Toda a manhã de sábado é ocupada por conteúdo religioso e, após intervalo (também com conteúdo pago) entre 11h15 e meio-dia, os pastores voltam para a primeira programação da parte da tarde. Fonte

0 comentários:

Postar um comentário