Pages

7 de abril de 2013

A alegria de estar ao lado de boas pessoas


Eu ganhei um super presente neste sábado, 06 de abril, após uma semana de muitas decisões pessoais. O presente que recebi foi de reencontrar com uma família de amigos que são muitos importantes pra mim, na grande Porto Alegre. Foi um grande momento de felicidade, e nada substitui o carinho das pessoas que gostam de ti.

A semana começou com uma forte decepção, mas, como isto já tinha acontecido antes e estava precavido, porque e muitos já haviam me alertado; dois dias depois deste fato muitas coisas mudaram. Quando há algo está te fazendo mal, é porque algo está errado e não tem que ser assim. Eu confio demais nas pessoas, sou muito sincero e exijo demais isto, de ser verdadeiro e ter a capacidade de olhar no olho, e falar. Não devemos nos esconder num mundo imaginário virtual, e assim machucar as pessoas que estão ao nosso lado, devemos dizer "apenas" a realidade das coisas, o que não deveria ser difícil, mas cada um tem o seu jeito, caráter e dignidade de enfrentar as coisas ou apenas fugir...

Desde quarta-feira (03) iniciei um novo projeto que me deixa muito feliz de participar, e isto começou a ocupar a minha cabeça (além da Monografia). No mesmo dia fui convidado para participar de um churrasco com os grandes amigos, que fazem parte da minha há mais de oitos anos, e que eu tinha muitas saudades de reencontrar porque é uma galera que sempre me quis bem, e mesmo eles morando lá na grande Porto Alegre, se lembram de mim, e me dão muito apoio em todos os momentos e situação, além de muitas riadas e divertimentos.

Eu vou acabar sendo injusto em mencionar os nomes, mas vou citar alguns destes amigos que pude rever neste sábado que foram a Tônia Werste e o Diego que me buscaram no Trensurb da Estação Sapucaia, o "tio" Eliezer Baguatech e a Mariele Santos de Farias (tenho o compromisso de dar um presente colonial ao casal. E o Bagua que me explicou todo o caminho pra chegar ao destino desejado, haha), a Ana Gouvea, a dupla Gélis Machado e Daniel Iserhardl, a queridona Ane Caroline (que me pedia do Papo de Gringo, e eu achei demais isto) e mais os seus pais simpáticos, donos da "Casa Verde" em Sapucaia do Sul, e por fim, o Thiago Kansao, que me levou até a rodoviária, e que conversei muito, além de passar muitos conselhos. E uma das frases que me marcou: "Ivan, tudo o que fazemos da galera se reunir, sempre estamos te incluindo. [...] Todos tem problemas, a minha semana também foi difícil, e é também por isto que nos reunimos pra nos divertir e reencontrar os amigos."

Conversamos, rimos, bebemos, comemos um ótimo churrasco no almoço feito pelo Thiago, e de noite na janta teve um belo carreteiro preparado pela Mariele (agora já pode casar, hehe). Nos momentos que eu estava calado, era exibido um filme na minha cabeça, de tantas coisas que se passaram desde que eu conheço esta turma do bem, e como eu disse ao Kansão ao ir embora: "O meu sábado foi muito especial, talvez foi o dia mais feliz até agora do meu ano, e que eu aproveitei a cada momento, estava precisando disto, de rever vocês. [...] Eu não quero voltar pra Caxias do Sul, quero ficar em Porto Alegre."

É impossível eu saber do meu futuro, mas, eu posso conduzir o meu presente, e se um dia eu for morar na grande Porto Alegre, pode ter certeza, que vou fazer isto para estar próximo destes grandes pessoas, que me acompanham diariamente a distância, e que se importam demais comigo, e isto pra mim é muito especial.

0 comentários:

Postar um comentário