Pages

15 de janeiro de 2014

Corpo de Bombeiros encontra série de irregularidades no Estádio Beira-Rio do Internacional

Foto: João Linck

O Corpo de Bombeiros anunciou nesta quarta-feira que ainda há uma série de irregularidades no estádio Beira-Rio, palco da Copa do Mundo em Porto Alegre. De acordo com o capitão Marcos Paz, que fez vistoria com o apoio do Ministério Público e da Brigada Militar, as atuais pendências inviabilizam a reabertura do espaço, esperada para o dia 29 de janeiro.

“O estádio Beira-Rio está completamente irregular com o Corpo de Bombeiros. E são vários fatores, varias situações, praticamente quase tudo. Não tem nada, nenhum sistema de proteção contra incêndio instalado, não tem extintor instalado, não tem rota de fuga sinalizada. Não tem nada sinalizado, não tem nada. Tudo em instalação, não tem SPDA, ou seja, para-raios instalados. Não tem nada, tampouco a solicitação por parte do Sport Club Internacional da nossa inspeção no local”, comentou o capitão do Corpo de Bombeiros. Segundo o Sport Club Internacional, o estádio já está quase 100% concluído.

Um jogo teste está agendado pelo Internacional para ser realizado no dia 29 deste mês. Existe toda uma preparação para a reabertura do estádio. Mas o capitão Paz declara que não existem condições, pelo menos neste momento, para uma liberação do local.

“Não existe a menor possibilidade hoje ser emitido um alvará de prevenção contra incêndio para o Beira-Rio. O próprio clube já foi notificado, sabem os prazos, com engenheiros trabalhando para eles que conhecem toda a legislação. Então cabe a eles apresentarem para nós aquilo que a lei exige. A nossa missão é só cobrar. Eles ainda têm tempo hábil até a copa para fazerem todas as adequações necessárias”, comentou o capitão do Corpo de Bombeiros.

Para a realização do jogo teste, o Internacional ainda deve protocolar um pedido de vistoria do Plano de Prevenção Contra Incêndios e agendar reuniões com o Batalhão de Operações Especiais da Brigada. A Promotoria de Justiça Especializada do Torcedor vai agora aguardar a remessa dos laudos, tanto de segurança quanto do PPCI, para assim realizar uma análise. Fonte

0 comentários:

Postar um comentário