Pages

30 de julho de 2014

Confira os motivos que o 'Fifa 15' não terá times do Brasileirão

Foto: Divulgação/EA

'Fifa 15', que será lançado no dia 25 de setembro, não terá os clubes ou os jogadores do Campeonato Brasileiro, informou nesta quarta-feira a Electronic Arts, produtora do título. A companhia não conseguiu licenciar o uso das marcas, imagens e nomes dos atletas para a próxima edição do game. Ainda segundo a empresa, a seleção brasileira, com uniforme oficial e escalação atualizada, será mantida no jogo.

A justificativa da produtora é que o processo de licenciamento dos atletas do Brasileirão sofreu mudanças. Sem os jogadores, a EA preferiu não incluir os times brasileiros, uma vez que as demais ligas presentes no título possuem tanto os clubes como seus profissionais. Em seu perfil no Twitter, Gilliard Lopes, produtor da franquia, afirmou: "Garanto que não é falta de empenho do time de desenvolvimento. Mas no mundo dos negócios alguns deles não acontecem mesmo com investimento infinito."

No Brasil, diferente do que ocorre na Europa, não existe uma liga que concentre as negociações do uso de imagem de times e jogadores. Dessa forma, todas as empresas interessadas em recriar no mundo digital times e seus atletas precisam fechar acordos individuais com cada um dos clubes. Esse processo torna mais difícil garantir a presença integral dos brasileiros na série de futebol.

Em Fifa 13, times importantes como Vasco da Gama, Botafogo e Palmeiras não estavam presentes na versão de lançamento do game. No último jogo da série, Fifa 14, o Corinthians quase não entrou na seleção de clubes por entraves na negociação. De acordo com EA, não existe, por ora, expectativa de incluir o Brasileirão em uma futura atualização do game.

Concorrência — O principal competidor de Fifa 15 no mercado, o game Pro Evolution Soccer 2015, da Konami, conseguiu licenciar os clubes do Campeonato Brasileiro e já afirmou que terá os times e atletas em sua próxima versão, cujo lançamento acontece no próximo ano.

Com informações da Veja

0 comentários:

Postar um comentário