Pages

10 de julho de 2014

Operação Alvorazes: R$ 6 milhões de reais podem ter sido desviados em fraude de vales-refeições

Foto: Polícia Civil RS

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (10/07), através da Delegacia de Repressão a Crimes contra a Fazenda Estadual, a Operação Alvorazes, que visa combater crimes de peculato, lavagem de dinheiro, entre outros. Os policiais cumpriram 14 mandados de busca e apreensão e quatro conduções coercitivas em Porto Alegre, Alvorada, Viamão, Caxias do Sul e Capão da Canoa.

Segundo o delegado Joerberth Pinto Nunes, a investigação iniciou depois de uma denúncia feita pela Prefeitura de Alvorada, que apontou o desvio de dinheiro público por alguns funcionários da prefeitura juntamente com empresários. "Uma empresa de vale alimentação emitia cartões em nome de servidores inativos, que eram direcionados a uma servidora da prefeitura que realizava a compra de utensílios e os revendia. O dinheiro era dividido com outras pessoas", disse o delegado Joerberth.

De acordo com a investigação, o montante desviado e apurado até o momento é de 2 milhões de reais. "Com a apreensão dos documentos e sua análise, o valor desviado pode ser ainda maior", conclui o delegado.

A operação contou com cerca de 70 policiais. Três pessoas foram conduzidas à delegacia para prestarem depoimento. Durante as buscas, foram apreendidas três armas, munição, dinheiro, e vasta documentação para análise.

o titular da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Fazenda Estadual, delegado Joeberth Nunes, informou que se for contabilizados também os tíquetes em papel, o valor pode até triplicar, e chegar a R$ 6 milhões de reais na fraude em vales-refeições.

Com informações da Polícia Civil RS

0 comentários:

Postar um comentário