Pages

2 de dezembro de 2015

Uma limpa na política do Brasil

Na política não há "santinhos", o que se vê é um jogo de poder e muitas pessoas são usadas sem perceberem. Conseguiram dividir o Brasil: direita/esquerda, pobres/ricos, norte/sul e branco/negro. Na último pleito a divisão ficou mais nítida ao incluírem a separação de raças e crenças, com um incrível baixo nível na propaganda eleitoral.

Muitas pessoas ficaram e estão cegas ideológicas, não percebem o quanto se tornam reféns das garras políticas. Com o advento das redes sociais, fica mais notório que quem grita mais alto quer ter a razão e a verdade absoluta. Ou seja, é um reflexo do que se acompanha em todas as esferas, com a pura demagogia e cinismo.

É importante ter opinião, mas, é necessário saber usá-la e não querer ganhar no falar mais alto e no jogo da raiva, além do "quanto pior é melhor". Temos uma política patética, ultrapassada, nojenta e repleta de egos para todos os lados.

Acredito que é preciso fazer uma limpa nessa sujeirada da política nacional, porém, os atuais políticos não tem condições de fazerem isso, pelo menos é o que parece. Seria um erro de minha parte em generalizar e dizer que todos são ruins e não são, mas, é preciso uma reflexão no que a população brasileira se transformou nesta atual podridão que parece não ter fim. Tomara que um dia comece a melhorar mesmo e não ficar no quase, entretanto, vamos dar um passo por vez.

0 comentários:

Postar um comentário