Pages

22 de abril de 2011

Jornal do Almoço da RBSTV Caxias passou por sufocos para entrar no ar

O Jornal do Almoço desta quinta-feira, 21, da RBSTV Caxias do Sul/RS passou por grandes dificuldades para entrar no ar e com muitos problemas que estão sendo investigados.

Conforme a jornalista e apresentadora do JA local, Marisol Santos, o dia foi muito tenso na emissora, que só foi mais fácil falar horas depois do problema ocorrido. "Estamos 'investigando' a causa de um problema que quase fez com que todo o nosso trabalho fosse por água abaixo, ou seja, não fosse para o ar!!"

Segundo a jornalista, o diretor de imagens, Fernando De Carl, no final da manhã quando foi organizar as reportagens (na sequência do JA), percebeu que a mesa de operações não estava funcionando. "A hipótese é que uma queda de luz ou um raio possam ter causado a pane (queimado as “fontes”). E aí, o que fazer? Correr… essa foi a solução".

A equipe técnica (Antônio e Rogério) tentaram reverter a situação na correria e muitas perguntas foram lançadas pela equipe do Jornal do Almoço de Caxias. "Mas e se não houvesse solução a curto prazo? Como organizar as matérias? Trilhar os VTs? Sem a mesa funcionando, ficamos sem o logo do JA nas telas… E como fazer o JA com duas LCDs em black? Para “ajudar”, problemas na impressora: faltou tonner. Mais perguntas: agora, como imprimir as laudas para o pessoal da produção?

De acordo com a apresentadora Marisol, em clima de feriadão, eram os únicos na TV, e por isso tiveram que "se virar". "Dividimos as tarefas nas ilhas de edição do Jornalismo mesmo… O Thiago chegou e ajudou o Fernando a trilhar a reportagem da Chocofest. A Paula terminou de editar a reportagem das estradas na outra “ilha”. O Gabriel, nosso estagiário, tentou solucionar o problema da impressora… Enquanto isso, o Giaretta e eu gravamos a escalada (aquele trecho inicial – o único gravado- quando anunciamos as manchetes), com ajuda dos cinegrafistas Alessandro e Leonardo no estúdio e, com os responsáveis por vídeo e áudio, o Fernando e a Priscila, lá dentro, no switch. "

Conforme Marisol, parecia que as coisas estavam se ajeitando, mas só aparecia. "Percebemos que a escalada não havia sido gravada. Problemas na máquina REC (mais uma vez, os raios…). Solução? Fazer a escalada ao VIVO".

A jornalista afirmou que apesar de tantos contratempos, o Jornal do Almoço foi para o ar. "Em 'corte seco', como a gente diz. Sem fusões, sem muitos recursos, até sem os 'créditos', ou seja, os nomes dos entrevistados… mas FOI."

A apresentadora Marisol Santos disse que encerrado o JA, comemoraram, se abraçaram e suspiraram aliviados com uma sensação de missão cumprida. "Afinal, fizemos o máximo possível!"

Devidos os problemas e justamente por cuasa dessas dificuldades, o programa que grava os jornais locais não funcionou, por isso o vídeo não estará disponível. "Eu também sinto muito porque estava curiosa para ver o resultado… e isso não será possível…" declara Marisol.

Por fim, a apresentadora do JA de Caxias do Sul, Marisol Santos, mostra a prova do “crime”. "Olha o 'espelho' improvisado feito pelo Léo, para acompanhar a ordem das reportagens…" Fonte e dica do Edu Cesar, do site Papo de Bola

Vídeos:
1a. parte:


2a. parte:

1 comentários:

Postar um comentário