Pages

4 de julho de 2014

Presidente Dilma garante apoio aos municípios gaúchos atingidos por enchentes

Foto: Caroline Bicocchi

A presidente Dilma Rousseff e o governador Tarso Genro reuniram-se na manhã desta sexta-feira (05), após a inauguração do Hospital da Restinga, em Porto Alegre, com uma comitiva de 14 prefeitos, representantes dos 115 municípios atingidos pelas enchentes no Estado, para agilizar o socorro às pessoas e liberar recursos imediatos para reconstrução dos municípios.

“Recebemos a solidariedade integral do Governo Federal no processo de atendimento rápido às pessoas vitimas da enchente no RS,” afirmou o governador. Os recursos serão compartilhados pelo Governo Federal e Estadual. A idéia é que o repasse ocorra, sem burocracia, para os prefeitos das cidades em situação de emergência, mediante documentação que identifique as necessidades para onde os recursos serão alocados.

Tarso Genro anunciou a instalação de uma base da Defesa Civil em São Borja, a partir deste sábado (5), que irá atuar de forma permanente em ações emergenciais de saúde, assistência social e proteção de vidas nas regiões mais afetadas pelas fortes chuvas.

O decreto estadual de situação de emergência coletiva foi assinado pelo governador já na quinta-feira (04) e deve ser publicado nesta sexta-feira (05) em edição extra no Diário Oficial da União, agilizando o envio de recursos federais necessários para auxiliar as 67 municípios com decreto de situação de emergência e os dois em calamidade pública. Até o final dessa manhã a Defesa Civil registrou 115 municípios atingidos pela enchente no Estado.

O governador salientou que o plano de trabalho, com o detalhamento da situação e das necessidades de cada município, deve ser enviado pelo governo estadual ao Ministério da Integração Nacional. "Estamos atuando com um conjunto de medidas do Governo do Estado para atender a população dos municípios atingidos pelas enchentes”, disse Tarso.

Durante a cerimônia, a presidente Dilma Rousseff manifestou a solidariedade aos gaúchos e reforçou a agilidade para a liberação dos recursos federais para a reconstrução das cidades e seu apoio às famílias. “O governo federal está inteiramente engajado no processo de desastres naturais, para o salvamento de pessoas, recuperação de perdas materiais, resgate para situação de menor risco e a reestruturação destes municípios", assegurou a presidente.

Com informações da assessoria de imprensa do Governo do Rio Grande do Sul

0 comentários:

Postar um comentário