Pages

9 de agosto de 2014

Hospitalidade gaúcha tem 98% de aprovação entre turistas internacionais

Foto: Priscila Rodrigues

A Secretaria do Turismo (Setur-RS) apresentou, na tarde desta sexta-feira (8), o resultado de duas pesquisas que traçaram o perfil dos turistas domésticos e internacionais que estiveram no Rio Grande do Sul no período da Copa do Mundo. O estudo foi feito por meio de uma parceria entre a Setur e o Ministério do Turismo (Mtur), com as pesquisas sendo realizadas pela Fundação Getúlio Vargas e o Observatório do Turismo do RS (nacional) e Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (internacional).

Os dados, segundo o secretário do Turismo, Márcio Cabral, apontam diferentes percepções entre os visitantes. “Podemos destacar, por exemplo, que o turista nacional veio ao Estado sozinho, já o estrangeiro preferiu estar em grupo. Assim como os brasileiros ficaram menos tempo em solo gaúcho, e os internacionais permaneceram aqui entre três e quatro dias”, disse.

Cabral, no entanto, ressaltou que em ambas as pesquisas o Rio Grande do Sul obteve mais de 70% de aprovação entre os entrevistados. “Percebemos que os estrangeiros captaram uma imagem mais positiva do Estado, principalmente com relação à segurança, à receptividade e às opções de hospedagem. E isso nos deixa bastante satisfeitos, uma vez que a grande preocupação pré-evento era se teríamos condições de receber bem os turistas internacionais”, avaliou.

Para o secretário, o documento serve para que, a partir dos resultados obtidos, haja um novo planejamento do destino Rio Grande do Sul pós-Copa do Mundo. “A pesquisa será um instrumento para sistematizarmos o caminho que tomaremos para a promoção do Estado com o objetivo de ocuparmos novos espaços no cenário internacional. Vamos trabalhar para que o RS se transforme em um polo para a realização de outros grandes eventos”, afirmou.

Com informações do Governo do Estado

0 comentários:

Postar um comentário