Pages

19 de julho de 2016

Prêmio da Música da Serra Gaúcha ocorre em Caxias do Sul

Crédito: Egge - Agência Digital

O Prêmio da Música da Serra Gaúcha ocorre nesta quinta-feira, 21 de julho, às 20h, no UCS Teatro, em Caxias do Sul. A participação será gratuita para o público, com ingressos numerados distribuídos na entrada do evento, por ordem de chegada, até que se completem os lugares disponíveis.

Além da entrega das premiações, o Prêmio da Música da Serra Gaúcha contará com diversas apresentações musicais. Os artistas concorrentes estão distribuídos em seis categorias principais, e ainda serão concedidos títulos em sete categorias complementares.

Trabalhos indicados ao Prêmio nas categorias principais:

Álbum música regional (que inclui os subgêneros nativista, gaúcho e sertanejo):
Das Vezes que Pensei Escrito (Fábio Soares)
Meus Recuerdos (Grupo Canteriando)
De Alma Aberta (Rodrigo Morales)
Na Estrada (Valdir Verona)

Álbum rock (que inclui os subgêneros rock, blues, punk e metal):
All Quiet, All Dead (Keep Them Blind)
Cellophane (Mindgarden)
Underload (Underload)
Flor Lilás (Velho Hippie)
Híbridos (Volux)

Álbum pop (que inclui os subgêneros pop, reggae, soul e funk):
Voa (Dr. Hank)
Lady Zion (Marciah Novello)
Apollo (Rafael Poletto)

Álbum rap:
Autoestima (Erreap)
Eu Assino (JL)
15 anos – Poetas Divilas (Poetas Divilas)

Álbum MPB (que inclui os subgêneros MPB, samba e pagode):
As Estações (Cardo Peixoto)
Muito Além da Paz (Dan Ferretti)
Fim de Ciclo (Guto Agostini)
Amô (Pietro Ferretti)

Álbum instrumental:
Ária Trio II (Ária Trio)
Sociedade das Aventuras Fantásticas (De Ros)
Duo de Viola e Acordeon (Valdir Verona e Rafael de Boni)
Magabarat (Magabarat)
Às Pampas (Yangos)

Categorias complementares:

Serão concedidos pela comissão julgadora títulos nas subcategorias melhor álbum do ano, instrumentista, vocalista/intérprete, produtor musical, projeto gráfico, artista/banda revelação de 2015 e homenageado do ano.

Os artistas homenageados na primeira edição da realização já estão definidos: serão os Irmãos Bertussi, pioneiros da música tradicionalista gaúcha. Quem receberá o destaque será o acordeonista Adelar Bertussi, representando a dupla formada com o irmão Honeyde, falecido em 1996.

Intitulada Irmãos Bertussi em 1949, a dupla natural de São Francisco de Paula se evidenciava pelo conhecimento musical e inovação. Os irmãos uniam teoria musical ao folclore e aos gêneros regionais com técnica apurada, tornando-se responsáveis por infundir uma escola musical de baile com sons alegres e apropriados para a dança. Juntos, os parceiros revolucionaram a música tradicionalista ao utilizar dois acordeons em lugar do par violão-acordeom. A dupla também foi responsável por incorporar a bateria na música gaúcha, o que proporcionou potência sonora a eventos cada vez maiores, driblando a ausência de equipamentos de som nos anos 50. Eles ainda gravaram temas eruditos no acordeom para o mercado nacional.

A música dos Irmãos Bertussi marcou o Rio Grande do Sul e alcançou todo o Brasil, e ainda hoje é referência para artistas e embala gerações.

Mestres de cerimônia

A apresentação do evento de premiação ficará a cargo da jornalista e apresentadora Marisol Santos e do músico Rafael Gubert.

Prêmio

O Prêmio da Música da Serra Gaúcha foi criado para reconhecer e destacar os trabalhos fonográficos produzidos por artistas da Serra Gaúcha entre 2013 e 2015, além de promover a integração regional. O projeto teve 49 trabalhos fonográficos inscritos, e 24 deles figuram entre os indicados para os troféus nas categorias principais.

0 comentários:

Postar um comentário